Após entrevista de Temer, Chico Buarque pode retirar sua música do “Roda Viva”

Cantor apoia movimento de jornalistas contra o uso da sua composição na abertura do programa da TV Cultura

Sede do Youtube na Califórnia, Estados UnidosSede do Youtube na Califórnia, Estados Unidos - Foto: Josh Edelson / AFP

 

 

Incomodado com a repercussão negativa da entrevista que o atual Presidente da República, Michel Temer, concedeu ao “Roda Viva”, exibido na última segunda-feira (14), na TV Cultura, Chico Buarque afirmou, por meio da sua assessoria, que estuda retirar a permissão do uso da sua música homônima na abertura do programa.

O cantor passou a apoiar o movimento dos Jornalistas Livres, em que artistas e intelectuais se juntaram à campanha, que pede a mudança do nome do programa e a retirada da música composta por Chico em 1967 e que está, desde 2008, como tema de abertura. “Chico tem simpatia pela campanha, mas ele deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito”, disse a assessoria do cantor, e completou, “que ele tem um certo desconforto de ver a música dele em um programa que, nas últimas edições e já há algum tempo, é bastante diferente e desvirtuado do programa original, ele sente”.

 

 

Veja também

Hospital de Bonsucesso será reaberto parcialmente após incêndio
Rio de Janeiro

Hospital de Bonsucesso será reaberto parcialmente após incêndio

Cientistas da UFRJ dizem que reabertura de escolas é imprescindível
educação

Cientistas da UFRJ dizem que reabertura de escolas é imprescindível