Após entrevista de Temer, Chico Buarque pode retirar sua música do “Roda Viva”

Cantor apoia movimento de jornalistas contra o uso da sua composição na abertura do programa da TV Cultura

Sede do Youtube na Califórnia, Estados UnidosSede do Youtube na Califórnia, Estados Unidos - Foto: Josh Edelson / AFP

 

 

Incomodado com a repercussão negativa da entrevista que o atual Presidente da República, Michel Temer, concedeu ao “Roda Viva”, exibido na última segunda-feira (14), na TV Cultura, Chico Buarque afirmou, por meio da sua assessoria, que estuda retirar a permissão do uso da sua música homônima na abertura do programa.

O cantor passou a apoiar o movimento dos Jornalistas Livres, em que artistas e intelectuais se juntaram à campanha, que pede a mudança do nome do programa e a retirada da música composta por Chico em 1967 e que está, desde 2008, como tema de abertura. “Chico tem simpatia pela campanha, mas ele deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito”, disse a assessoria do cantor, e completou, “que ele tem um certo desconforto de ver a música dele em um programa que, nas últimas edições e já há algum tempo, é bastante diferente e desvirtuado do programa original, ele sente”.

 

 

Veja também

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto
Coronavírus

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento
Meio Ambiente

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento