Após irregularidades, tapioqueiros de Olinda têm energia desligada

Segundo a Celpe, foram flagradas ligações irregulares das barracas diretamente na rede de iluminação pública

Irregularidades foram constatadas nesta sextaIrregularidades foram constatadas nesta sexta - Foto: Divulgação

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) , em ação conjunta com a Prefeitura de Olinda, realizou o desligamento de energia de 48 barracas de tapioqueiros, no Alto da Sé, na manhã desta sexta-feira (24), para que a administração municipal promova a correção das irregularidades encontradas. Segundo a companhia, foram flagradas ligações clandestinas de energia dos tabuleiros diretamente na rede de iluminação pública, de responsabilidade do município.

O trecho da rede de iluminação pública deverá ter o fornecimento de energia religado assim que a prefeitura realize a instalação dos padrões de entrada, atendendo aos critérios de segurança. A previsão é que a situação seja normalizada ainda no decorrer desta sexta. A ação integra o esforço de combate a situações de risco envolvendo energia, intensificado pela Celpe no período de Carnaval.

Segundo a companhia, nos últimos dias, já foram identificadas e retiradas dos focos de folia do Grande Recife mais de 500 ligações elétricas não autorizadas. Por meio de nota, a Celpe informou que o furto de energia, além de representar risco à vida, provoca prejuízos e é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro.

Veja também

Estudo da UnB investiga cepas do coronavírus Sars-CoV-2 encontradas no DF
Coronavírus

Estudo da UnB investiga cepas do coronavírus Sars-CoV-2 encontradas no DF

Plano do governo apresenta metas para reduzir desmatamento na Amazônia
Meio Ambiente

Plano do governo apresenta metas para reduzir desmatamento na Amazônia