guerra no oriente médio

Após Israel aceitar acordo por cessar-fogo, Kamala Harris pressiona líderes do Hamas

Segundo uma autoridade israelense e outra americana, Israel aceitou a proposta

O horror e a destruição da guerra entre Israel e o HamasO horror e a destruição da guerra entre Israel e o Hamas - Foto: Mahmud Hams / AFP

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, continuou a pressionar no domingo (3) por um "cessar-fogo imediato durante pelo menos as próximas seis semanas" em Gaza, apelando ao Hamas para aceitar um potencial acordo para libertar reféns israelitas em troca da trégua temporária. Segundo uma autoridade israelense e outra americana, Israel aceitou a proposta.

"O Hamas afirma que quer um cessar-fogo", disse Harris em Selma, Alabama. "Bem, há um acordo sobre a mesa. E como dissemos, o Hamas precisa concordar com esse acordo. Vamos reunir os reféns com as suas famílias e proporcionar ajuda imediata ao povo de Gaza."



Os negociadores no Cairo acreditam que o Hamas e Israel fazem progressos lentos e poderão chegar a um acordo antes do início do Ramadã, por volta de 10 de março, disseram autoridades egípcias.

Mesmo assim, autoridades israelenses expressaram preocupação sobre se o Hamas foi sincero ao chegar a um acordo depois de sua delegação no Cairo não ter fornecido uma lista de reféns vivos e o estado das suas condições, uma exigência que os mediadores dizem que Israel fez no fim de semana.          

Veja também

Ao menos 10 corpos são encontrados em cova clandestina no México
América do Norte

Ao menos 10 corpos são encontrados em cova clandestina no México

São João do Recife 2024: público lota Sítio Trindade para competição de quadrilhas; veja imagens
SEXTA-FEIRA

São João do Recife 2024: público lota Sítio Trindade para competição de quadrilhas; veja imagens

Newsletter