Após ocupação, MST terá reunião com representantes do Incra

Ocupação é pacífica; único momento de tensão ocorreu por volta do meio-dia

MST invade IncraMST invade Incra - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) se reunirão nesta terça-feira (21), às 10h, com os superintendentes regionais e com o representante do presidente nacional do Instituto Nacional Colonização Reforma Agrária (Incra), que chegará nesta noite ao Recife, vindo de Brasília. Eles debateram a pauta de reivindicações dos trabalhadores, que ocuparam na manhã desta segunda-feira (20) a sede do órgão federal no Recife.

A pauta ainda não está fechada, mas o dirigente do MST Clébson Santos afirma que, entre os principais pontos que serão levados à mesa de negociação estão a desapropriação de terras, realização de vistorias e resolver problemas para a obtenção de crédito.

A ocupação começou na madrugada desta segunda-feira. Às 4h05, o primeiro ônibus com integrantes de assentamentos chegou à sede do órgão, na Avenida Rosa e Silva.

Aos poucos, outras delegações foram se juntando ao grupo. No meio da tarde desta segunda, aproximadamente 500 pessoas, nas contas do superintendente do Recife do Incra, Heliodoro Santos, estavam na área externa do prédio do Incra.

A ocupação é pacífica. O único momento de tensão ocorreu por volta do meio-dia, quando os ocupantes fecharam os portões da instituição, impedindo os funcionários de saírem. Eles temiam que uma ação de reintegração de posse quando a polícia chegou ao local.

“Na verdade não foi um desentendimento. Eles fecharam o portão por um momento e nós chegamos e abrimos uma negociação com eles. Eles fizeram uma assembleia e resolveram abrir o portão. Com isso, os funcionários foram embora e está tudo pacificado”, afirmou o superintendente Heliodoro, negado as informações que chegaram a circular de que os funcionários teriam sido feitos de refém.

Na reunião desta terça, os representantes do Incra vão discutir com uma delegação do MST a pauta de propostas dos trabalhadores, que iria ser entregue ainda ontem.
Após essa reunião, o superintendente do Incra no Recife espera que haja a saída dos ocupantes da sede, caso contrário será pedida a reintegração de posse.
“Vamos dormir hoje, amanhã... Depende muito da reunião. Se os pedidos da pauta forem acatados, então nos retiramos. Caso contrário, a gente fica por mais uns dias aqui”, afirmou Clébson Santos, da direção do MST.

Veja também

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife
Folha Pet

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Justiça

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo