Chuvas

Após quedas de barreiras, trechos de rodovias no Agreste e na Zona da Mata Sul ficam interditados

Trechos da BR 423, em Saloá, e da BR 104, em Quipapá, foram afetados pelas chuvas

Trecho e rodovia em Saloá, no Agreste, ficou parcialmente interditado Trecho e rodovia em Saloá, no Agreste, ficou parcialmente interditado  - Foto: PRF/Divulgação

As fortes chuvas que castigam o Agreste e a Zona da Mata Sul de Pernambuco neste sábado (2), além de provocarem enchentes em cidades das regiões, também têm causado transtornos nas rodovias locais. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há registro de interdição parcial no km 129 da BR 423 em Saloá, no Agreste, devido à queda de barreira. Por causa disso, os veículos trafegam pela via em apenas uma faixa.

Em Quipapá, na Mata Sul, a interdição foi total no km 144 da BR 104. Também em função da queda de uma barreira, o tráfego na rodovia foi interrompido nos dois sentidos.
 

No período da manhã, o trecho do km 126 da BR 424, em Correntes, no Agreste, chegou a ficar interditado por cerca de três horas, por causa das rachaduras verificadas na ponte que dá acesso ao município. 

A rodovia foi liberada após visita de uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que não constatou nenhum comprometimento à ponte 

Veja também

Alimentos úmidos: mais hidratação e nutrição na dieta de um pet
Folha Pet

Alimentos úmidos, como sachês e patês, fornecem mais hidratação e nutrição

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano
Guerra

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano