Rio de Janeiro

Após vazamento de operação, Rogério Andrade desapareceu enquanto participava de campeonato de pesca

Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado está abrindo um procedimento específico para apurar quem teria repassado as informações ao bicheiro, que estava na Costa Rica

Rogério de AndradeRogério de Andrade - Foto: Divulgação

A Operação Calígula estava prevista para ser deflagrada no sábado, dia 7, quando o bicheiro Rogério Andrade desembarcaria no Rio de Janeiro, procedente da Costa Rica. Ele participava de um torneio internacional de pesca de peixe de bico, cuja equipe, a Randra Fishing Team, postava fotos e vídeos da sua participação nas redes sociais. Na véspera do embarque para o Brasil, o bicheiro cancelou a passagem e desapareceu. Para a equipe do Ministério Público do Rio (MP-RJ) responsável pela operação, o sumiço do principal alvo reforça a suspeita de que a Calígula vazou.

O primeiro sinal de que a operação vazou foi dado pela apreensão de uma cópia da denúncia na casa do delegado Marcos Cipriano, preso por atuar numa rede de proteção aos bingos pertencentes a Rogério Andrade e ao sargento aposentado da PM Ronnie Lessa. Os investigadores, porém, constataram que outros alvos foram informados previamente da operação e tiveram tempo de destruir provas e fugir. Os mandados de prisão foram expedidos no dia 6, sexta-feira, um dia antes da data prevista para a operação.

Pelo menos mais dois anos, Gustavo Andrade, filho de Rogério, e Jeferson Tepedino Carvalho, vulgo "Feijão", que seria o gestor de casas de jogos, estavam sendo monitorados até sexta-feira, dia 6, quando desligaram os celulares e desapareceram. Até quinta-feira, os investigadores sabiam que Gustavo estava em casa, onde deveria ser preso.

Na Costa Rica, a equipe Randra (de Rogério Andrade) terminou em quinto lugar na competição “Costa Offshore World Championship”. Nos vídeos postados nas redes, apesar do cuidado dos integrantes em não filmar diretamente o chefe, Rogério aparece em várias passagens dentro do barco. Numa dela, está de óculos e boné e tem a foto curtida pela mulher, Fabíola, que escreve “meu pescador”.

Na terça-feira, a Justiça do Rio de Janeiro havia determinado que o mandado de prisão preventiva de Rogério de Andrade fosse incluído na difusão vermelha da Interpol. A decisão foi tomada pelo juiz Bruno Ruliere, da 1° Vara Especializada do Tribunal de Justiça.

No Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), responsável pela investigação no MP-RJ, não restam dúvidas sobre o vazamento, razão pela qual estão abrindo um procedimento específico para apurar as responsabilidades. Eles enfatizaram que toda a investigação foi cercada de cuidados, embora não tenham sido suficientes para alcançar os alvos de surpresa.

Veja também

Primeira-ministra de Bangladesh cancela viagens para Espanha e ao Brasil por distúrbios em seu país
Bangladesh

Primeira-ministra de Bangladesh cancela viagens para Espanha e ao Brasil por distúrbios em seu país

Sheila Jackson Lee, ativista antirracista, morre aos 74 anos
luto

Sheila Jackson Lee, ativista antirracista, morre aos 74 anos

Newsletter