Tecnologia

App compartilha carros do governo e gera economia para o Estado

A plataforma é composta de dois aplicativos para smartphones

Solicitação para uso de carro público é feita por aplicativoSolicitação para uso de carro público é feita por aplicativo - Foto: Divulgação

 

Pioneiro no País, o aplicativo GovMOBI - que possibilita o uso compartilhado de carros do governo - registrou, de março a dezembro de 2016, a redução de até 41% no consumo de combustíveis em relação ao mesmo período de 2015. Com isso, deixaram de ser emitidos no ar cinco toneladas de gases poluentes, principalmente o gás carbônico.

Os testes serviram para aprimorar a nova versão, que deve entrar em operação até abril próximo e permitirá ampliar a quantidade de veículos e usuários integrados ao sistema. A inciativa é uma parceria entre a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e a empresa pernambucana Serttel.

Nos testes, o aplicativo atendeu 167 usuários com uma frota de sete veículos e possibilitou a redução de dois deles após a consolidação do serviço. No período, a economia de combustível ficou em cerca de R$ 3,8 mil reais por carro. “Com uso de novas tecnologias digitais é possível fazer mais com menos e melhorar a qualidade e agilidade de serviços. Para vencer a crise que o Brasil atravessa é preciso inovar e agir de forma colaborativa”, afirma o titular da Semas, Sérgio Xavier.

A plataforma é composta de dois aplicativos para smartphones: uma versão para o motorista e outra versão para o servidor público usuário, e um backoffice (retaguarda), que permite à gestão da frota um total controle sobre veículos disponibilizados na plataforma, horários e permissões.

Com a plataforma, toda solicitação para uso do carro público por parte do servidor é feita pelo app. No fim, a plataforma informa ao servidor o número de um ticket confirmando a utilização.

 

Veja também

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife
Folha Pet

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Justiça

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo