Aproveite a quarentena para variar nas frutas

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda ingerir de 3 a 5 tipos diferentes de frutas por dia para prevenir várias doenças

Frutas.Frutas. - Foto: Pixabay.

Olá, leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar da Folha de Pernambuco

Que tal aproveitar o período de quarentena e diversificar nas frutas? A rotina normal é corrida, então, pode-se aproveitar este momento atípico para ingerir mais frutas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda ingerir de 3 a 5 tipos diferentes de frutas por dia para prevenir várias doenças. Os dados são alarmantes, apenas 24,1 dos brasileiros consomem a quantidade diária de frutas recomendadas.

As frutas são deliciosas e bem nutritivas. Tem para todos os gostos: mais doces, mais azedas. São ricas em vitaminas e fibras. A fruta é uma excelente opção para a hora do lanche, seja neste período de isolamento social ou no trabalho. Crianças, jovens, adultos e idosos se beneficiam dos valores nutricionais das frutas. Devemos ter cuidado com os excessos, frutas podem ter alto valor calórico. As frutas possuem frutose, que é um tipo de açúcar natural. A frutose faz parte de um grupo de carboidratos simples. Exemplos de frutas com maior concentração de frutose (por 100g do alimento).

-Tâmara: 32 g

-Uva passa: 30 g

-Manga: 16,2 g

-Ameixa: 12,5 g

-Caqui: 12 g

-Maçã: 9,5 g

-Laranja: 6 g

-Tangerina: 4,8 g

-Abacaxi: 4,8 g

Percebam que quanto mais ácida a fruta, menor índice de frutose possui. As chamadas frutas secas têm maior índice de frutose. Prefira comer as frutas de forma in natura, com cascas, ao invés do suco. Por exemplo, se você toma um copo de 200ml de suco de laranja, você vai consumir 4 laranjas. Se você comer 2 laranjas, vai se sentir saciado, entendeu? Mas, calma, o excesso da frutose é que pode levar ao aumento de peso. A frutose das frutas não vai fazer mal a sua saúde. A indústria tem feito alimentos, como biscoitos, bolos, etc com o xarope de frutose, que pode levar ao sobrepeso, obesidade, aumento do colesterol ruim, aumento dos triglicerídeos, desenvolvimento de diabetes, aumenta o ácido úrico no sangue.

Os diabéticos devem ser orientados pelo médico sobre as frutas e a recomendação diária para serem ingeridas. Quem está passando por dieta restritiva também tem que ter a orientação de um médico ou nutricionista. Ou seja, fruta sem o controle energético diário, pode, sim engordar. Procure seu médico e nutricionista, eles vão passar as porções diárias recomendadas. Vamos saborear as frutas e aproveitar todos os seus valores nutritivos e as fibras para o nosso intestino. Tudo é uma questão de equilíbrio. E durante esse período de quarentena, tente variar nas frutas. Diariamente, consuma 5 frutas, 3 do seu cardápio habitual e 2 variadas por semana.

Vamos fazer o teste? Agora é com você.

*Rafael Coelho (Médico - CRM: 23943/PE). Site: www.rafaelcoelhomed.com.br E- mail: [email protected] Instagram: @rafaelcoelhomed.com

Pílulas

O caminho da voz...

A voz é o nosso principal instrumento de comunicação, ela é produzida quando o ar, vindo dos pulmões, atravessa a laringe, fazendo vibrar as pregas vocais emitindo, assim, um som único para cada um de nós. Por ser única, a voz compõe a nossa identidade, ela nos faz ser reconhecidos sem que precisemos estar visíveis, informa a fonoaudióloga Gabriela Valle. Dependendo de variáveis como entonação, intensidade, inflexão, altura, etc, conseguimos identificar se alguém está triste, alegre, com raiva, e até se acabou de acordar, relata.

... a personalidade da voz


A fonoaudióloga Gabriela Valle diz que a voz imprime nossa personalidade e se confunde com a identidade. Com o passar dos anos nossa voz pode sofrer algumas modificações e se distanciar da referência que tínhamos quando mais jovens. Orientações e exercícios fonoaudiológicos podem auxiliar no processo de envelhecimento vocal, mantendo a voz do idoso saudável, sua identidade vocal preservada e sua comunicação mais eficaz.

Exame de imagem por acesso especial

A Lucilo Maranhão Diagnósticos disponibiliza o serviço de FAST Tomografia para os pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19. Agora as pessoas que necessitam fazer o exame entram na sala por um acesso especial, saindo direto do carro para a sala de exames, a sete passos, e em cerca de 30-60min o resultado já estará disponível on-line para consulta. O procedimento tem duração média de dois minutos, e logo na entrada é disponibilizado máscara e luvas para o paciente. Após o exame, a sala passa por amplo procedimento de desinfecção para a entrada de outra pessoa, e sendo assim necessário agendamento prévio por conta das vagas limitadas. A clínica optou por essa iniciativa para ajudar no manejo dos pacientes com falta de ar e tosse, reduzindo tempo de permanência no local e possíveis contaminações, além de contribuir para redução no volume de atendimentos nas emergências dos grandes hospitais do estado

Fertilidade masculina

O urologista e especialista em saúde do homem e fertilidade masculina, Filipe Tenório comemora a confirmação de dois trabalhos aceitos para apresentação no Congresso da Sociedade Europeia de Reprodução Humana. Os estudos desenvolvidos pelo médico trazem temas importantes para a saúde do homem como a reversão da vasectomia e tratamento da varicocele como melhora da fertilidade.

Palavra do Especialista


Quando o engasgo é um problema?

Adriana Leite, fonoaudióloga do Serviço de Geriatria e Reabilitação

Adriana Leite, fonoaudióloga do Serviço de Geriatria e Reabilitação - Foto: Divulgação.

O engasgo se torna um problema para o idoso quando passa a ser constante, seja com a saliva, líquidos ou com alimentos, podendo ser durante ou após a deglutição. Devemos considerar esses fatores como um sinal de alerta, visto que o engasgo é um reflexo de proteção e, quando ele acontece, há risco da saliva ou alimento ter percorrido o caminho errado. Essa dificuldade para deglutir chama-se disfagia.

A disfagia pode acarretar vários problemas de saúde como desnutrição, desidratação, pneumonia e, em casos mais graves, até mesmo o óbito. O fonoaudiólogo é o profissional habilitado para avaliar o grau da disfagia, adequar e reabilitar a funcionalidade da deglutição, oferecendo qualidade de vida para o paciente e levando prazer durante a alimentação.

Adriana Leite CRFa 4 - 10983 é fonoaudióloga do Serviço de Geriatria e Reabilitação

 

Veja também

Primeira negra eleita vereadora em Joinville volta a receber ameaças
Ameaças

Primeira negra eleita vereadora em Joinville volta a receber ameaças

Motorista é detido com 17 quilos de maconha na BR-428, em Cabrobó
Sertão

Motorista é detido com 17 quilos de maconha na BR-428, em Cabrobó