Sertão pernambucano

Araripina e Ouricuri voltam atrás no plano de convivência com a Covid-19 em Pernambuco

André LongoAndré Longo - Foto: Heudes Regis

O secretário de saúde de Pernambuco, André Longo, informou que as cidades de Araripina e Ouricuri, no Sertão do Araripe, irão entrar em quarentena rígida a partir desta sexta-feira (7). As cidades irão retroceder da Etapa 4 para a Etapa 2 no plano de convivência com a Covid-19 do Estado, com restrição de atividades econômicas; só atividades essenciais serão permitidas. A quarentena rígida já foi adotada e verteu resultados em cinco cidades da Região Metropolitana do Recife e em duas cidades do Agreste. A necessidade de maior isolamento social nas cidades tem como intenção reduzir o contágio pelo novo coronavírus. A medida vai ter continuidade até o dia 16 de agosto.  
 

Em coletiva realizada nesta terça-feira (4) , André Longo, afirmou que na última semana epidemiológica das 134 ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) da 4ª Macrorregião de Saúde, 60% estavam na 9ª Gerência Regional de Saúde, que inclui as duas cidades. "Quando anunciamos o nosso plano de convivência com a Covid-19 sempre deixamos claro que o comportamento da sociedade seria determinante para a ativação de cada novo passo. Também ressaltamos que se fosse necessário, para salvar vidas, nós daríamos passos para trás. Após concluir as últimas análises, nosso comitê optou por retroceder no plano de convivência nas cidades de Araripina e Ouricuri, no Sertão do Araripe", informou André Longo. 

Serão permitidos somente o funcionamento de 50% da carga das atividades da Construção Civil; Comércio atacadista, shoppings centers, centros comerciais e praças de alimentação no regime de delivery e coleta; além de consultórios, ambulatórios de profissionais de saúde, serviços de apoio diagnóstico e terapêuticos e óticas.

Antes, na Etapa 4, estavam aptos ao funcionamento nos municípios o varejo de rua, a Construção Civil com 100% da capacidade e shopping center com atendimento presencial. Agora, as atividades estão suspensas até o dia 16 deste mês, até que uma nova análise dos dados de saúde sejam analisados.

O Governo segue ampliando a oferta de leitos em todo o Estado, com a atenção voltada para os locais com maior necessidade. Em Araripina serão abertos mais dez leitos de UTI no Hospital Santa Maria e em Ouricuri oito leitos de enfermaria serão transformados em vagas de UTI, no Hospital Regional de Ouricuri. As duas cidades contam, atualmente, com 82 leitos dedicados exclusivamente ao tratamento da Covid-19, sendo 20 de UTI. 

De acordo com o secretário de saúde, os esforços na área de ampliação da rede de atendimento precisam contar com o apoio da população na manutenção do isolamento. "Muito pouco vão adiantar esses esforços de envio de equipamento e abertura de leitos se não alcançarmos um bom nível de isolamento e distanciamento social na região que nos leve a diminuir a curva epidêmica", salientou Longo. 

André Longo fez um pedido para que os moradores destas cidades tomem ainda mais precauções e que evitem sair de casa. "Sabemos dos transtornos destas medidas, mas elas só estão sendo tomadas por que são extremamente necessárias para salvar vidas. Nós só vamos conseguir vencer essa batalha com a união e a colaboração de todos", ressaltou. 

Veja também

Em um mês de aulas presenciais, 5,4% dos funcionários de escolas de Manaus se infectaram
educação

Em um mês de aulas presenciais, 5,4% dos funcionários de escolas de Manaus se infectaram

Academias da Cidade retomaram aulas presenciais
Saúde

Academias da Cidade retomaram aulas presenciais