COVID-19

Argentina detecta primeiro caso da variante ômicron

Homem, de 38 anos, regressou de viagem de trabalho à África do Sul

O país registrou um total de 116,64 mil mortes, incluindo três nas últimas 24 horasO país registrou um total de 116,64 mil mortes, incluindo três nas últimas 24 horas - Foto: Ronaldo Schemidt/ AFP

A Argentina detectou nesse domingo (5) o primeiro caso da variante ômicron do vírus SARS-CoV-2, em um um cidadão que regressou de uma viagem de trabalho à África do Sul, informou o Ministério da Saúde.

O homem, de 38 anos, já cumpria quarentena, após ter regressado ao país em 30 de novembro, de acordo com um comunicado do Ministério da Saúde.
 

As quatro pessoas com quem esteve em contato também estão em isolamento, apesar de terem recebido resultado negativo nos testes já realizados, segundo a nota.

De acordo com as novas regras anunciadas pelo governo argentino para combater a propagação da nova variante, detectada recentemente na África do Sul, os viajantes que estiveram no continente africano nas últimas semanas são obrigados a cumprir quarentena, devendo fazer um teste PCR para sair do isolamento.

Ontem, a Argentina diagnosticou 1.294 novos casos de Covid-19, elevando o total de infectados, desde o início da pandemia, para 5,34 milhões.

O país registrou um total de 116,64 mil mortes, incluindo três nas últimas 24 horas.

Veja também

Covid-19: Relator na Anvisa defende fim do uso obrigatório de máscaras em voos e em aeroportos
uso de máscaras

Covid-19: Relator na Anvisa defende fim do uso obrigatório de máscaras em voos e em aeroportos

Resgate de mineiros no México completa duas semanas sem resultados
América

Resgate de mineiros no México completa duas semanas sem resultados