Coronavírus

Argentina volta a fechar fronteiras para estrangeiros e não residentes por aumento de casos de Covid

Também foram suspensos todos os voos entre Buenos Aires e Londres, onde foi descoberta uma nova variante do patógeno

Presidente da Argentina, Alberto FernándezPresidente da Argentina, Alberto Fernández - Foto: AFP Photo/Argentina's Presidency/Esteban Coll

A Argentina voltou a fechar, nesta sexta-feira (8), as fronteiras do país para estrangeiros e não residentes. A decisão ocorre devido ao aumento de casos de Covid-19 nas últimas semanas, o que infectologistas do governo vinculam à movimentação turística e às festas de fim de ano.

Também foram suspensos todos os voos entre Buenos Aires e Londres, onde foi descoberta uma nova variante do patógeno, e a fronteira por terra com o Brasil permanecerá fechada. O governo suspendeu a liberação da entrada de turistas de países vizinhos sem a realização de quarentena. Antes, eles tinham permissão para entrar no país apenas com a apresentação de um teste tipo PCR.

Não há data específica para a retomada desse tipo de viagem. Por fim, o governo orientou as províncias a implementarem toque de recolher da 0h às 6h, de acordo com a situação sanitária regional.

Veja também

Pernambuco recebeu, nesta sexta, remessa com 142 mil doses de vacinas contra Covid-19
COVID-19

Pernambuco recebeu, nesta sexta, remessa com 142 mil doses de vacinas contra Covid-19

Só 2% das instituições de ensino superior têm nota máxima em avaliação federal
Educação Superior

Só 2% das instituições de ensino superior têm nota máxima em avaliação federal