Armando Monteiro adota estrela vermelha na campanha em Pernambuco

Por meio de nota, assessoria de imprensa do candidato informou que cor da estrela é laranja e amarela, é a da bandeira de Pernambuco

Armando MonteiroArmando Monteiro - Foto: Divulgação

O senador e ex-ministro Armando Monteiro Neto (PTB) escolheu um emblema relacionado ao PT para simbolizar a sua campanha a governador: uma estrela vermelha. Armando, que há quatro anos concorreu a eleição com o apoio do PT, este ano entra na disputa liderando uma frente de oposição com o apoio de DEM e PSDB. O PT, desta vez, está no palanque do governador Paulo Câmara (PSB). Armando Monteiro e Paulo Câmara (PSB) tem buscado associar seus nomes ao ex-presidente Lula, que tem alta popularidade do estado.

Em vídeos nas redes sociais, o candidato fez menção ao símbolo como a estrela da bandeira de Pernambuco. A estrela estampada na bandeira, contudo, é amarela e não vermelha. A assessoria de imprensa do candidato enviou uma nota sobre o assunto à Folha de Pernambuco. Confira o texto na íntegra:


"ESCLARECIMENTO

Ao contrário do que diz a reportagem publicada nesta quinta 23 no site da Folha de Pernambuco, assinada pela agência Folhapress, com o título "Armando adota estrela vermelha na campanha em Pernambuco" a cor da estrela símbolo da campanha do candidato ao governo do Estado da coligação Pernambuco Vai Mudar, senador Armando Monteiro (PTB), não é vermelha. A estrela, em tons laranja e amarelo, é aquela impressa na bandeira de Pernambuco e que voltará a brilhar quando a mudança chegar ao Estado. É a estrela que caracteriza o Estado no conjunto da Federação e que precisa resgatar a sua força.

Armando já declarou em diversas ocasiões que seu candidato à Presidência da República é Lula, por motivos pessoais e ligados à trajetória em comum dos dois líderes, desde os tempos em que o primeiro era presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o segundo, presidente da República. O senador também já afirmou que não tem compromisso com outro candidato do PT caso o ex-presidente seja impedido de seguir no processo eleitoral e que avaliará o quadro caso essa hipótese ocorra."

Veja também

Soldado dos EUA é preso por querer ajudar Estado Islâmico a atacar americanos
Terrorismo

Soldado dos EUA é preso por querer ajudar Estado Islâmico a atacar americanos

EUA supera as 400.000 mortes pela Covid-19
Pandemia

EUA supera as 400.000 mortes pela Covid-19