Artigo assinado em coautoria com Moro tem acusação de plágio

Texto foi produzido por mestranda sob orientação de Sérgio Moro. Ambos se desculparam

Sérgio Moro, ex-ministro da JustiçaSérgio Moro, ex-ministro da Justiça - Foto: Ministério da Justiça/Flickr

Um artigo acadêmico assinado em coautoria com Sergio Moro, ex-ministro da Justiça, foi publicado na revista de uma universidade de Curitiba com trechos copiados do texto escrito por um advogado e veiculado pelo site ConJur, especializado em notícias jurídicas. Após a acusação de plágio, a advogada Beathrys Ricci Emerich, mestranda da Unicuritiba, instituição da qual Moro é professor, assumiu ter sido a responsável pela cópia e disse ter cometido um "erro metodológico" por não ter feito citações. O ex-ministro e ex-juiz da Lava Jato, que assina junto com ela, pediu desculpas "pelo inconveniente”.

O trabalho publicado em uma revista da universidade fala sobre a lavagem de dinheiro do crime organizado por meio de pagamento de advogados. O texto do qual trechos foram copiados é assinado pelo advogado Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos, com o título "O aviltamento do livre exercício da advogacia em tempos de crise". A informação foi revelada pelo site Metrópoles na sexta (26).

Em nota, o ex-ministro Sergio Moro afirmou que o artigo foi escrito em coautoria acadêmica e que a redação foi feita pela orientanda. "Infelizmente, ela cometeu um erro metodológico ao utilizar dois pequenos trechos sem citar o autor", diz Moro. Ele afirma que o artigo já foi retirado do site da revista, que a advogada reconheceu o erro e pediu desculpas ao autor do texto. "É o trabalho de uma aluna de pós-graduação que cometeu um erro e já o corrigiu, o que é louvável", afirma.

Depois de revelado o caso, Beathrys Ricci Emerich fez uma nova versão do artigo, na qual dá os créditos a Lemos em trecho que havia sido copiado. Na introdução do texto, também modificada, a advogada assume a responsabilidade pela cópia. "Aproveito a oportunidade para iniciar este trabalho retratando-me, juntamente com o meu coautor, sr. Sergio Moro, pelo erro metodológico que cometi, ao omitir inadvertidamente no presente estudo as referências à citação de um parágrafo do artigo científico de autoria do ilustre jurista, Dr. Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos", afirma.

"A mencionada citação está devidamente corrigida metodologicamente, mediante a inclusão da referência em nota de rodapé. Além de pedir desculpas ao nobre jurista pelo ocorrido, declaro que as suas ideias sobre o presente tema inspiraram-me na elaboração deste artigo científico", completa na nova versão do artigo. Em nota, Beathrys reafirma a autoria do artigo. "Reconheço a falha não intencional, mesmo porque não havia motivos para não citar o autor, tendo em vista que o trabalho citou mais de 20 outros autores."

Veja também

Acordo amplia autorização dos quiosques na Orla de Boa Viagem e Pina por 10 anos
Recife

Acordo amplia autorização dos quiosques na Orla de Boa Viagem e Pina por 10 anos

São Paulo anuncia ampliação de testes da fase 3 da vacina CoronaVac
coronavírus

São Paulo anuncia ampliação de testes da fase 3 da vacina CoronaVac