Artistas recriam capas de álbuns de bandas para promover distanciamento social na quarentena

"Abbey Road", dos Beatles, e "Queen II", da banda de Freddie Mercury, foram alguns dos discos que tiveram suas capas recriadas

Capa 'Abbey Road' recriadaCapa 'Abbey Road' recriada - Foto: Reprodução/Divulgação

Visando promover o distanciamento social em meio à pandemia de coronavírus, o brasileiro Beto Fernandez e o espanhol Paco Conde se juntaram para criar o projeto #6feetcovers, que recria capas de discos famosos de artistas, distanciando-os nas imagens.

"Abbey Road", dos Beatles, e "Queen II", da banda de Freddie Mercury, foram alguns dos discos que tiveram suas capas recriadas. ACDC, Jackson 5, Kiss, Ramones, Blondie, Green Day e The Clash também foram alvos dos artistas.

Nos últimos dias, a OMS (Organização Mundial da Saúde) adotou um tom mais incisivo nas orientações para testes do novo coronavírus e ofereceu mais detalhes quanto à recomendação. A entidade diz que países com transmissão comunitária e com número de testes que não supre a demanda, como é o caso do Brasil, deveriam priorizar os exames em pacientes com maior risco de desenvolver quadros graves (idosos e pessoas com doenças como diabetes e problemas cardiorrespiratórios), populações vulneráveis, profissionais de saúde com sintomas (independentemente de contato ou não com caso confirmado) e os primeiros indivíduos sintomáticos em locais fechados (como escola, prisões e casas de longa permanência para idosos).

Leia também:
Discos para movimentar os ouvidos e o coração
Em Berlim, baladas migram para o streaming por causa do coronavírus


O novo documento vai além da fala recente do diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. "O meio mais eficaz de prevenir infecções e salvar vidas é quebrar as correntes de transmissão. Para isso, você precisa testar e isolar", disse Ghebreyesus. "Nós temos uma mensagem simples para os países: testar, testar, testar. Teste todo caso suspeito."

A OMS também disse que os países devem se preparar para a epidemia antes de ela começar em seus territórios, considerando que, quando o surto começa, os laboratórios terão um aumento significativo em sua demanda. Possíveis restrições também devem ser antecipadas.

Mesmo com o isolamento, medidas de etiqueta básica de higiene permanecem indispensáveis, como usar a dobra do braço ou lenço descartável para tossir ou espirrar e manter as mãos limpas, com água e sabão ou álcool em gel.

Além do afastamento físico, o de objetos também é essencial para evitar a transmissão entre os moradores do local. Deve-se separar toalhas, não dividir a mesma cama e, logicamente, não compartilhar escovas de dentes, copos, talheres ou comida.

Itens muito tocados na casa, como mesas, maçanetas, telefones, criados-mudos etc, devem ser limpos com frequência –e também vale a ideia de manter as mãos sempre limpas.

Os ambientes comuns da casa, como banheiro e cozinha, devem estar bem ventilados e deve-se evitar que a pessoa doente fique nesse espaço enquanto outras pessoas saudáveis estão ali.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas ao PNI
IMUNIZANTE

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas ao PNI

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19
VARIANTE DELTA

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19