Notícias

As fontes de notícias dos brasileiros

Governo Federal realiza pesquisa para elaborar suas estratégias de comunicação no País

Quase metade dos brasileiros se informa sobre o que acontece no País e no mundo pela webQuase metade dos brasileiros se informa sobre o que acontece no País e no mundo pela web - Foto: Portal Brasil

Segundo a “Pesquisa Brasileira de Mídia 2016 - Hábitos de Consumo de Mídia pela População Brasileira”, divulgada ontem pela Secretaria de Comunicação Social do governo, 89% dos brasileiros se informam sobre o que acontece no País e no mundo pela televisão. A web é citada por 49% dos entrevistados como principal fonte de notícias. Entre estes últimos, 50% disseram acessar a rede diariamente, sendo 91% pelo celular. A média de tempo de acesso fica um pouco acima de 4h30 diárias. Não é a toa que a comunicação, seja ela em que mídia for, está cada vez mais se integrando ao mundo virtual, o até então mais democrático no quesito opinião e participação do brasileiro, que virou fonte de denúncias e pautas. Olhares diferenciados, cada um com a sua realidade, participando na propagação da informação. Tem quem critique, mas esses olhares, que registram tudo o que veem, mudaram a forma de se fazer notícia. Quem não enxergou isso, e continua no mundo analógico, está num barco à deriva. A pesquisa, em sua terceira edição, ouviu 15.050 pessoas com mais de 16 anos de todo o País.

Telefonia móvel perde linhas
O ano de 2016 fechou com 244.066.759 de linhas móveis em operação, uma queda de 5,33%, em comparação com 2015, e redução de 13.747.515 de linhas. Segundo a Anatel, o motivo seria a redução da tarifa de interconexão, que permitiu preços menores das ligações de uma empresa para a outra e, com isso, a redução de uso de vários chips. Esqueceu de citar o Whatsapp.

EMPREENDEDORES > O Porto Digital abriu as inscrições da terceira edição do Mind the Bizz, programa de orientação e prática empreendedora que é realizado em parceria com o Sebrae Pernambuco e com o CESAR. Os interessados devem acessar o site www.portodigital.org. As inscrições seguem abertas até 23 de fevereiro. Ao todo, 13 startups serão selecionadas.

PORTO DIGITAL II > O diretor de inovação e competitividade empresarial do Porto Digital, Guilherme Calheiros, junto com outras fontes responsáveis pelas áreas de economia criativa, tendências tecnológicas e empreededorismo do parque tecnológico, detalham hoje o IX Recife Summer School. O festival de eventos chega na sua nona edição com mais de 170 atrações e com uma novidade: o Armazém da Criatividade, em Caruaru.

INCENTIVO > A Oracle ampliou do Oracle Startup Cloud Accelerator. A iniciativa tem o objetivo de impulsionar a inovação e novas soluções na nuvem ao redor do mundo. Com isso, a Oracle vai levar o programa a sete novas cidades: Bristol, Deli, Mumbai, Paris, São Paulo, Cingapura e Tel Aviv. O programa é aberto a startups de tecnologia ou baseadas em tecnologia em fase inicial. Mais informações e inscrições pelo site www.oracle.com/startup.

Mercado imobiliário > A Moura Dubeux, que comemorou a venda online de seu primeiro imóvel há três anos, no início do trabalho com a Le Fil, hoje celebra 25% de suas vendas pela web. A Le Fil responde pelo planejamento de negócios online, conteúdo digital e ainda a análise e o monitoramento das redes sociais da construtora.

SISTEMA INTEGRADO > A Vivo lançou essa semana um novo modelo do seu programa de relacionamento, o Vivo Valoriza. A partir de agora, ele o passa a contemplar de maneira integrada os clientes de produtos e serviços fixos e móveis da empresa. Entre as novidades estão a simplificação da regra de conversão dos pontos acumulados, resgate de pontos em descontos em planos ou na compra de pacotes de serviços Vivo.

Veja também

Ativistas climáticos bloqueiam entrada do FMI em Paris
Manifestações

Ativistas climáticos bloqueiam entrada do FMI em Paris

G7 quer ampliar frente das democracias contra Rússia e China
Mundo

G7 quer ampliar frente das democracias contra Rússia e China