Às vésperas das eleições, Bolsonaro e Haddad têm agendas lotadas

Bolsonaro recebe correligionários de diversas áreas, enquanto Haddad intensificou as viagens

Presidenciáveis Jair Bolsonaro e Fernando HaddadPresidenciáveis Jair Bolsonaro e Fernando Haddad - Foto: Tânia Rego e Marcelo Camargo/Agência Brasil

A três dias das eleições, os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) têm agendas lotadas, mas organizadas de forma bem distinta. Bolsonaro recebe correligionários de diversas áreas, enquanto Haddad intensificou as viagens e irá até esta quinta-feira (26) a três capitais do Norte. Na noite desta quinta-feira (25) ele estará no Recife.

Haddad programou ainda atos políticos em Salvador nesta quinta e, em seguida, irá para João Pessoa. O Nordeste foi a região em que o PT recebeu mais votos no primeiro turno das eleições.

Leia também:
Gestão da saúde divide presidenciáveis
Haddad faz ato no Recife para 'virar voto'


Nos últimos atos e entrevistas, o candidato do PT subiu o tom contra o adversário, aumentando as críticas e acusações. Às vésperas do segundo turno, Haddad voltou a cobrar a participação do candidato do PSL em debates.

Em casa, no condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, Bolsonaro recebe correligionários, entre eles parlamentares e prefeitos, e também aproveita para fazer suas postagens nas redes sociais.

Nas conversas com colaboradores e nas redes sociais, o candidato do PSL, aos poucos, indica como pretende organizar seu governo, se eleito. Nessa quarta-feira (24) integrantes da bancada ruralista afirmaram que Bolsonaro não pretende seguir adiante com o projeto de unir as pastas da Agricultura e do Meio Ambiente.

Veja também

Fiocruz esclarece negociação de doses prontas da vacina de Oxford
Coronavírus

Fiocruz esclarece negociação de doses prontas da vacina de Oxford

Presidente da União Química diz que estudos da Sputnik V devem começar logo após aval da Anvisa
Vacina

Presidente da União Química diz que estudos da Sputnik V devem começar logo após aval da Anvisa