Assessor da SDS antecipa conclusão do Caso Morato

Otávio Toscano disse que a delegada confirmará que o empresário se matou, segundo a Agência Brasil

Antônio Campos e Ricardo Costa caminham pelas ruas de Rio DoceAntônio Campos e Ricardo Costa caminham pelas ruas de Rio Doce - Foto: Guga Morais/Divulgação

O assessor de imprensa da Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco, Otávio Toscano, disse que a delegada Gleide Ângelo confirmará, na próxima semana, que o empresário Paulo César de Barros Morato se matou, segundo a Agência Brasil. De acordo com a Agência, Toscano informou, neste sábado (2), que é “absurdamente impossível o empresário ter sido assassinado”.

Segundo a Agência Brasil, o assessor de imprensa da SDS disse que Morato foi visto sozinho ao chegar ao local. Toscano ainda teria, em entrevista à Agência Brasil, revelado que os investigadores disseram que “a única coisa que ele fez foi mexer em um copo e em uma garrafa de água. Inclusive, quando ele foi encontrado estava com a camisa por dentro da calça, exatamente como, imagina-se, ele tenha chegado”.

Paulo César de Barros Morato foi encontrado morto no último dia 23, no Motel Tititi, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Conforme a Folha antecipou com exclusividade, a causa da morte de Morato foi envenenamento e a substância utilizada foi a organofosforado, popularmente conhecida como “chumbinho”.

Perícia

A delegada Gleide Ângelo e a perita criminal Vanja Coelho voltaram ao Motel Tititi na manhã deste sábado. As duas chegaram ao local por volta das 9h e só saíram às 14h. Em coletiva de imprensa, Gleide informou que o objetivo era realizar o mapeamento das câmeras de segurança do estabelecimento. A medida foi necessária para que o perito responsável por analisar as imagens tivesse total conhecimento do posicionamento das câmeras e do ambiente interno e externo.

Veja também

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19
Coronavírus

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h