mundo

Associated Press denuncia que Israel cortou transmissão ao vivo de Gaza

A acusação afirma que o corte de transmissão teria violado a nova lei de imprensa

Esta imagem mostra um edifício que foi destruído durante o bombardeamento israelita no bairro de Al-Daraj, na cidade de GazaEsta imagem mostra um edifício que foi destruído durante o bombardeamento israelita no bairro de Al-Daraj, na cidade de Gaza - Foto: AFP

A agência de notícias americana The Associated Press (AP) denunciou nesta terça-feira (21) que Israel cortou sua transmissão ao vivo de Gaza, argumentando que teria violado a nova lei de imprensa, a qual já utilizou para encerrar as atividades da rede de televisão Al Jazeera.

"A Associated Press condena veementemente as ações do governo israelense para cortar nossa transmissão ao vivo que há muito tempo mostrava Gaza e confiscar equipamentos da AP", afirmou a agência em um comunicado.
 

"O corte não foi devido ao conteúdo da transmissão, mas sim ao uso abusivo, por parte do governo israelense, da nova lei de radiodifusão estrangeira do país", acrescenta a nota.

A AP instou as autoridades israelenses a devolverem seu equipamento e a permitirem o restabelecimento de sua transmissão ao vivo imediatamente.

Veja também

Explosão em café deixa cinco mortos na capital da Somália
ATENTADO

Explosão em café deixa cinco mortos na capital da Somália

Militantes fazem ato esvaziado contra Lula e Moraes e com exaltação a Trump
MANIFESTAÇÃO

Militantes fazem ato esvaziado contra Lula e Moraes e com exaltação a Trump

Newsletter