Astronautas de cápsula da SpaceX entram na ISS após acoplamento bem-sucedido

A viagem da cápsula começou na tarde desse sábado (30), quando decolou do Centro Espacial Kennedy, impulsionada por um foguete Falcon 9 de duas etapas, da SpaceX.

Astronautas da cápula da SpaceX chegam à ISSAstronautas da cápula da SpaceX chegam à ISS - Foto: Nasa/ AFP

Os dois astronautas da cápsula Crew Dragon, da SpaceX, entraram neste domingo na Estação Espacial Internacional (ISS), após um acoplamento bem-sucedido, na primeira vez em quase uma década que uma nave americana tripulada conclui esta manobra.

A escotilha entre as duas naves foi aberta às 17h02 GMT. Pouco depois, os astronautas entraram na ISS, onde se reuniram com os atuais residentes da estação.

Doug Hurley, 53, e Bob Behnkhen, 49, que decolaram da Flórida na véspera, em um foguete Falcon 9, são os primeiros astronautas a chegar à ISS em um veículo de uma empresa privada.

O primeiro contato e acoplamento da nave espacial com seu objetivo, localizado a 400 km da Terra, aconteceu às 11h16 de Brasília, minutos antes do previsto. "A acoplagem está completa", afirmou um membro da tripulação. Pouco depois, o procedimento foi concluído com uma vedação hermética.

O sucesso da missão, além de um triunfo para a SpaceX, empresa fundada em 2002 por Elon Musk, representa um marco no que a Nasa concebe como uma nova era na exploração espacial, que se apoia em uma colaboração entre a agência e empresas privadas.

Esta missão histórica é a mais perigosa e de nível mais alto já confiada pela Nasa a uma empresa privada. "Foi uma grande honra ser uma pequena parte deste esforço de nove anos, desde a última vez que uma nave espacial dos Estados Unidos atracou na Estação Espacial Internacional", disse Hurley.

Leia também:
Cápsula da SpaceX se acopla à Estação Espacial Internacional
Nasa e SpaceX enviam missão tripulada ao espaço

Os tripulantes da Crew Dragon foram recebidos na ISS pelo astronauta da Nasa Chris Cassidy e os cosmonautas Anatoly Ivanishin e Ivan Vagner.

A Crew Dragon havia passado as 19 horas anteriores viajando a uma velocidade de 28.000 km/h, antes de se alinhar ao plano orbital da ISS e de uma desaceleração que lhe permitiu realizar a manobra delicada de acoplamento.

Passo rumo a Marte

A viagem da cápsula começou na tarde de ontem, quando a mesma decolou do Centro Espacial Kennedy, impulsionada por um foguete Falcon 9 de duas estapas, da SpaceX.

"Estou realmente muito emocionado", disse Musk. "Foram 18 anos trabalhando com este objetivo. Provavelmente, este é o primeiro passo de uma jornada até a civilização em Marte", apostou o fundador da SpaceX.

Em breve entrevista do espaço, Doug Hurley disse que, para manter a tradição, ele e Behnken batizaram a cápsula em que viajaram de "Endeavour", em homenagem ao ônibus espacial desativado que tripularam.

A missão, chamada "Demo-2", põe fim ao monopólio governamental das viagens espaciais e, como teste final, permite à Nasa certificar a cápsula para realizar missões tripuladas regulares.

A missão da Crew Dragon transcorre em meio à pandemia do novo coronavírus e a uma explosão de violência em várias cidades americanas devido à morte de um homem negro pela polícia na cidade de Minneapolis, em Minnesota.

Veja também

Grandes organizações internacionais pedem para priorizar vacinação em países pobres
Vacinação

Grandes organizações internacionais pedem para priorizar vacinação em países pobres

Brasil bate a marca de 100 milhões de pessoas vacinadas
Vacinação

Brasil bate a marca de 100 milhões de pessoas vacinadas