A-A+

Atentado

Ataque aéreo de Israel mata nove pessoas na Síria

O bombardeio teve como alvos uma torre de comunicação e posições ao seu redor, segundo a agência estatal Sana

Imagens ilustrativaImagens ilustrativa - Foto: Pexels

Um ataque aéreo israelense na região central da Síria matou nove combatentes pró-governo, quatro deles sírios e os demais de nacionalidade desconhecida, informou nesta quinta-feira a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O bombardeio ocorreu pouco depois das 23h30 locais, perto da antiga cidade de Palmira, e teve como alvos uma torre de comunicação e posições ao seu redor, segundo a agência estatal Sana. 

O OSDH informou que o ataque teve como alvos posições iranianas, entre elas a torre próxima à base aérea T4, ao oeste daquela cidade.

Em um primeiro momento, a ONG informou que um soldado sírio e três combatentes pró-Irã morreram no ataque e que sete pessoas ficaram feridas, entre elas três soldados sírios.

Desde o início da guerra civil de 2011 na Síria, Israel executou ataques aéreos dentro daquele país, a maioria contra tropas do governo, mas também contra as forças iranianas e libanesas aliadas de Damasco.

O exército israelense raramente reconhece esse tipo de ação individual, mas em diversas ocasiões repetiu que não deixará que a Síria se torne um reduto do Irã, seu grande inimigo.

Veja também

Mais de 3,6 milhões de vacinas da Pfizer chegam ao Brasil
Vacinas

Mais de 3,6 milhões de vacinas da Pfizer chegam ao Brasil

Assessora de Hillary Clinton diz que foi abusada sexualmente por senador
Denúncia

Assessora de Hillary Clinton diz que foi abusada sexualmente por senador