Oriente Médio

Atentado no norte do Afeganistão deixa um morto e oito feridos

Ataque ocorreu durante cerimônia em homenagem aos profissionais da imprensa

Um guarda morreu e oito pessoas ficaram feridas em um atentado neste sábado (11) em Mazar-i-SharifUm guarda morreu e oito pessoas ficaram feridas em um atentado neste sábado (11) em Mazar-i-Sharif - Foto: ATIF ARIAN/AFP

Um guarda morreu e oito pessoas ficaram feridas - cinco jornalistas afegãos e três crianças - em um atentado neste sábado (11) em Mazar-i-Sharif, norte do Afeganistão, durante uma cerimônia em homenagem aos profissionais da imprensa, informou a polícia.

O porta-voz da polícia de Balkh, Mohammad Asif Waziri, afirmou que o ataque matou o guarda que fazia a segurança do edifício em que acontecia a reunião organizada por um centro cultural para celebrar o "Dia Nacional dos Jornalistas".

Após o discurso de um funcionário do regime Talibã, um grupo de crianças cantava o hino nacional e aconteceu uma "explosão muito forte", declarou à AFP o jornalista, Atif Arian, que ficou ferido.

"Quando aconteceu a explosão foi um caos, todos tentavam fugir porque temiam o desabamento do prédio", disse Arian, antes de relatar que alguns colegas ficaram "gravemente feridos".

Os jornalistas afegãos foram alvos frequentes de atentados, alguns deles reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), antes do retorno do Talibã ao poder em agosto de 2021.

A explosão aconteceu dois dias depois da morte do governador de Balkh, da qual Mazar-i-Sharif é a capital, em um atentado suicida reivindicado pelo EI.

A violência no Afeganistão caiu consideravelmente desde o retorno do Talibã ao poder, mas a situação vem se deteriorando desde o ano passado, quando o EI reivindicou a responsabilidade por vários ataques mortais.

Veja também

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como
Segurança Pública

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como

Hamas anuncia balanço de 35.903 mortos na guerra de Gaza
guerra no oriente médio

Hamas anuncia balanço de 35.903 mortos na guerra de Gaza

Newsletter