DIREITOS HUMANOS

Ativista pró-democracia de 28 anos morre em greve de fome na Tailândia

A jovem fazia parte do grupo de protesto Thaluwang, que surgiu em 2020 no auge das manifestações que pediam uma reforma profunda na monarquia

Enterro da ativistaEnterro da ativista - Foto: Reprodução

Uma ativista tailandesa pela democracia, detida sob acusações de lesa-majestade aguardando julgamento, faleceu após uma greve de fome, anunciou na terça-feira (14) a administração penitenciária. Netiporn Sanae Sangkhom, de 28 anos, "sofreu uma parada cardíaca na manhã de terça-feira e não respondeu aos tratamentos", anunciou a agência pública responsável pelas detenções.

"Ela faleceu pacificamente às 11h22 (04h22 GMT)", indicou o comunicado.

A jovem ativista, conhecida na Tailândia pelo apelido de "Bung" ("lagarta"), fazia parte do grupo de protesto Thaluwang, que surgiu em 2020 no auge das manifestações que pediam uma reforma profunda na monarquia.

Desde então, os líderes do movimento têm sofrido repressão pelas autoridades, em nome da lei controversa sobre lesa-majestade que pune com até quinze anos de prisão qualquer difamação contra o rei ou sua família.

Organizações de direitos humanos têm denunciado o uso indevido deste texto para fins políticos, com o objetivo de silenciar toda voz de oposição.

Netiporn Sanae Sangkhom foi detida em janeiro, no contexto de um processo por lesa-majestade iniciado após uma pesquisa pública que organizou em 2022 sobre a importância da comitiva real.

Começou pouco depois uma greve de fome para pedir uma reforma da justiça e a libertação dos presos políticos, sendo posteriormente transferida para um hospital.

Dois prisioneiros políticos tailandeses estão em greve de fome, de acordo com um coletivo de advogados de direitos humanos (TLHR).

Desde o início dos protestos democráticos em julho de 2020 até fevereiro de 2024, mais de 270 pessoas foram acusadas de violar a lei de lesa-majestade, segundo o TLHR.

Veja também

Amazon obtém licença para operar drones além do campo de visão
EUA

Amazon obtém licença para operar drones além do campo de visão

Parlamento espanhol aprova em definitivo a anistia aos separatistas catalães
MUNDO

Parlamento espanhol aprova em definitivo a anistia aos separatistas catalães

Newsletter