Ato repudia corrupção e apoio a ex-prefeito e vereador de Buenos Aires (PE)

No último sábado, populares receberam o ex-prefeito Gislan de Almeida Alencar e o vereador Flávio de Deda, acusados de desvio de verba, com fogos e abraços. Veja o vídeo

Em Buenos Aires (PE), ato contra ex-prefeito e vereador repudia corrupçãoEm Buenos Aires (PE), ato contra ex-prefeito e vereador repudia corrupção - Foto: Cortesia/ Whatsapp

Um grupo de aproximadamente 300 pessoas fez um protesto no município de Buenos Aires, Zona da Mata Norte de Pernambuco, a 80 km do Recife. O ato, que começou no início da noite deste domingo (29), é contrário à corrupção e às demonstrações de apoio ao ex-prefeito Gislan de Almeida Alencar (PSDB) e ao vereador Flávio José Barbosa de Melo (o Flávio de Deda, também do PSDB).

Ambos são acusados de desvio de verba, um total de R$ 12 milhões que deveria ter sido destinado à merenda das escolas locais. Segundo informações, quando souberam do ato na cidade, os acusados foram para a fazenda que pertence ao ex-prefeito, localizada na área rural de Buenos Aires.

Leia também:
Empresário suspeito de liderar máfia da merenda deixa prisão na RMR
Empresário líder da máfia da merenda é preso pela PF
PF divulga nomes de presos por fraude em merenda escolar na Mata Norte
[Vídeo] PF prende nove após investigação de fraude em merenda escolar na Mata Norte

"A mobilização é de moradores, não tem partido político envolvido, por isso vestimos preto", disse um dos organizadores do ato, o auxiliar administrativo Almir Thiago, de 21 anos. "Somos contra a corrupção e contra a recepção que eles tiveram ontem (no último sábado, 28) ao voltar para a cidade", conta Thiago. O ex-prefeito e o vereador foram recebidos com abraços e fogos de artifício por um grupo de cerca de 30 pessoas que, segundo Thiago, não acreditam na operação da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), responsável pela Operação Samidarish. Veja o vídeo no fim da página.

O ato teve concentração próximo ao Clube Municipal de Buenos Aires e percorrereu as principais ruas do município.A Samidarish investiga o desvio de verbas públicas no município.

Apresentação
A PCPE apresenta, nesta segunda (30), informações sobre a Operação Samidarish, que investiga o desvio de quase R$12 milhões em verbas públicas na Prefeitura de Buenos Aires, Zona de Mata Norte do Estado. Gislan de Almeida Alencar e Flávio de Deda foram presos na última sexta (27), assim como cinco empresários. 

A operação cumpriu ainda 11 mandados de condução coercitiva e 14 de busca e apreensão. Os detalhes da investigação serão apresentados pelo delegado Izaias Novaes, da Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), e pelo representante da Controladoria Geral da União (CGU).


Veja também

Butantan diz que vai exportar doses extras de CoronaVac se Ministério da Saúde não se manifestar
Coronavac

Butantan diz que vai exportar doses extras de CoronaVac se Ministério da Saúde não se manifestar

Escassez faz Espanha suspender aplicação de 1ª dose de vacina
Coronavírus

Escassez faz Espanha suspender aplicação de 1ª dose de vacina