A-A+

Audiência discute setor sucroalcooleiro

Representantes e trabalhadores de usinas se reuniram com deputados estaduais, ontem. Na pauta, planos para expandir o segmento

Reunião foi proposta pelo deputado Clovis PaivaReunião foi proposta pelo deputado Clovis Paiva - Foto: Paullo Allmeida

Representantes do setor sucroalcooleiro de Pernambuco levaram demandas e planos elaborados para impulsionar a área, como a distribuição de adubos, crédito diferenciado e melhores condições para crédito presumido. Os tópicos foram discutidos durante a realização de uma audiência pública, promovida pelo deputado estadual Clovis Paiva (PP), líder da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroalcooleiro, que ocorreu nesta segunda-feira (10) no município de Palmares, Zona da Mata Sul de Pernambuco.

A audiência contou com a presença de representantes das usinas Cucaú e Pumaty, Eduardo de Queiroz Monteiro e Gerson Carneiro Leão, respectivamente. Vereadores locais, prefeitos e os deputados estaduais, que compõem a Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroalcooleiro, Antônio Moraes (PP) e Doriel Barros (PT), este último ex-presidente da Fetape, também marcaram presença assim como o presidente da Associação dos Fornecedores de Cana e da Feplana, Alexandre Andrade Lima; José Maria Andrade, fornecedor e ex-presidedente da AFCP; Frederico Pessoa de Queiroz, sócio da Usina Pumaty; Tiago Delfino, assessor técnico do Sindaçúcar.

Leia também:
Setor sucroenergético tem alcance nacional
Setor sucroenergético ganha aval de Bolsonaro para venda direta

Foram mais de 400 pessoas presentes na audiência, que discutiu a projeção da cana-de-açúcar nas principais cidades, como Palmares, Ribeirão, Joaquim Nabuco, Cortês e Gameleira. "Estamos mobilizando todos os segmentos da sociedade para poder discutir as soluções. O setor é o que mais emprega na região, então precisávamos reunir pessoas que conhecem para ajudar a melhorar a situação das usinas que já existem", explica Clovis Paiva, que esteve à frente da audiência pública.

"Estamos montando uma estratégia com estes tópicos para levar para o Governo do Estado, para que se possa fazer um plano de governo voltado para essas demandas", completa. Também representando a Frente em Defesa do Setor Sucroalcooleiro, o deputado estadual Antonio Moraes destacou o papel histórico da região.

"É uma questão que precisa ser tratada com urgência. Essa região no passado era a mais rica. Com a crise vivida no Brasil, as pessoas continuaram precisando de trabalho, mas o emprego acabou", ressaltou. Entre as demandas estiveram a reabertura de usinas produtoras de biocombustível e açúcar, distribuição de adubo, crédito diferenciado para o pequeno produtor, equalização de custos de produção em relação a outras regiões, entre outros tópicos que foram além do setor.

Foram apresentados também dossiês com outras demandas, como o plano Renova Nordeste e o “Plantar a Terra, Colher a Esperança”, do Assentamento Miguel Arraes, apresentados pela Associação dos Produtores de Cana-de-Açúcar, orientada pelo consultor Gregório Maranhão, secretário-geral da Unidas e um estudioso do setor sucroalcooleiro. "Essa audiência vem em uma hora oportuna para nós. É preciso que esta comissão seja levada adiante para os governos do Estado e Federal, e não fique somente aqui", afirma o diretor da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras de Pernambuco (CTB-PE), Givanildo Marques.

Givanildo entregou nas mãos da comissão o projeto, onde também são indicadas possíveis soluções e modelos de funcionamento como em cooperativas para reativações de usinas. Um destes modelos de sucesso é a Agrocan, presidida pelo empresário Gerson Carneiro Leão. “A Agrocan foi um embrião das cooperativas, do que vai dar certo na Zona da Mata. Para as usinas que estão fechadas, o projeto são as cooperativas”, explica.

Nova audiência
Clovis adiantou que outra audiência será realizada em breve, desta vez na Zona da Mata Norte, provavelmente em Timbaúba.

Veja também

Com nome em homenagem a Chico Science, escola técnica é inaugurada em Olinda
Educação

Com nome em homenagem a Chico Science, escola técnica é inaugurada em Olinda

Homicídios, roubos e estupros crescem em agosto em São Paulo
Segurança Pública

Homicídios, roubos e estupros crescem em agosto em São Paulo