CONDENAÇÃO

Autor de ataque a turistas recebe pena de morte na Jordânia

Mustafa Aburuis foi condenado "à morte por enforcamento pelo ataque terrorista com faca contra turistas"

Jerash, famoso sítio arqueológico do norte da Jordânia onde ocorreu o ataqueJerash, famoso sítio arqueológico do norte da Jordânia onde ocorreu o ataque - Foto: Ahmad Abdo/AFP

Um tribunal da Jordânia condenou, nesta terça-feira (12), à forca um jordaniano que esfaqueou oito pessoas em 2019, incluindo três turistas mexicanos e um suíço.

Oito pessoas ficaram feridas em novembro de 2019, em um ataque a faca em Jerash, famoso sítio arqueológico do norte da Jordânia.

Mustafa Aburuis, de 24 anos, foi condenado "à morte por enforcamento pelo ataque terrorista com faca contra turistas", anunciou o tribunal, cuja sentença é definitiva.

O condenado é um jordaniano de origem palestina que vivia no acampamento de refugiados de Suf, em Jerash, 50 quilômetros ao norte de Amã.

Em 6 de novembro de 2019, além dos quatro turistas, Aburuis esfaqueou quatro jordanianos, entre eles um guia turístico.

Aburuis foi imediatamente preso pelos serviços de segurança após o ataque e, em 26 de janeiro de 2020, indiciado por "terrorismo".

Veja também

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas
Terrorismo

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas

Anvisa se reúne com laboratório da vacina Sputinik V
Covid-19

Anvisa se reúne com laboratório da vacina Sputinik V