ajuda

Avião da FAB leva hospital de campanha do CMNE para atender vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul

Equipamentos para a montagem da unidade hospitalar embarcaram nesta quinta-feira (16), da Base Aérea do Recife

Avião da FAB envia estrutura de unidade hospitalar para o Rio Grande do SulAvião da FAB envia estrutura de unidade hospitalar para o Rio Grande do Sul - Foto: CMNE/Divulgação

Uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) transportou, nesta quinta-feira (16), equipamentos para a montagem de uma unidade hospitalar de campanha no Rio Grande do Sul. O objetivo é auxiliar no atendimento das vítimas da tragédia climática que atinge o Sul do País. 

O avião, que começou a ser preparado por volta das 9h, na Base Área do Recife, localizada na Zona Sul da Capital pernambucana, teve como destino a cidade de Canoas, próxima de Porto Alegre. De lá, os donativos seguirão para os locais que há maior concentração de vítimas das enchentes. 

A estrutura foi enviada pelo Comando Militar do Nordeste (CMNE), por meio do 14º Batalhão de Logística. O hospital de campanha é uma unidade hospitalar móvel temporária, utilizada em operações militares e em situações de emergências e calamidades, em apoio à Defesa Civil. Além do hospital, foram enviadas doações de alimentos.

Estrutura
A unidade possui estrutura flexível e modular, se adequando à configuração de acordo com a necessidade. O hospital tem capacidade de oferecer serviços de saúde com o apoio de profissionais em atendimento ambulatorial, além de internações, remoções e exames laboratoriais e de imagem. 

No Rio Grande do Sul, a estrutura poderá operar 24 horas por dia, durante sete dias da semana, e será montada com oito módulos com até 28 leitos - sendo um módulo destinado para cirurgias de baixa complexidade. 

A estrutura contará ainda com materiais para montagem de enfermarias e de consultórios, posto de comando, alojamento, carro de curativo, carro de emergência, suportes de soro, maca de resgate, monitores multiparâmetros, ventilador mecânico, dentre outros. 

Balanço
Em relatório publicado às 12h42 nesta quinta-feira (16), a Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou o balanço das enchentes que atingem o estado. 

De acordo com o órgão, 151 óbitos foram confirmados e 104 pessoas ainda estão desaparecidas. Ao todo, 460 municípios foram afetados, deixando 538.167 pessoas desalojadas, com 77.199 delas em abrigos. 

No total, mais de duas milhões de pessoas foram atingidas com a tragédia climática no sul do país. 
 

Veja também

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'
troca de partido

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero
Acidente

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero

Newsletter