Bacalhau na Vara desfila em Paratibe

Pelo 48º Carnaval, bloco encerra a Quarta-feira de Cinzas

Bacalhau de Paratibe, em PaulistaBacalhau de Paratibe, em Paulista - Foto: Divulgação/ Prefeitura de Paulista

Pelo 48º Carnaval, o bloco Bacalhau na Vara desfilou no bairro de Paratibe, no município de Paulista. O comando da festa ficou por conta dos cantores Ed Carlos - grande homenageado desse carnaval - Maestro Spok, Almir Aviles, Ana Alves, Ricardo Alegria, Cristiano Diniz e Carlinhos Caetés. As bandas Mil Milhas, Ynove, Bolsa de Madame e a dupla Neto e Diego também fizeram a alegria dos brincantes.

"Antes eu brincava no chão e corria atrás do trio. Agora, como não posso mais, toda a família se reúne aqui em casa e assistimos daqui mesmo essa festa linda”, disse Marinalva Messias, 52 anos, que acompanha a festa há 10 anos.

Diretora do bloco, Elaine Andrade disse que tudo correu em tranquilidade e que o bloco teve apoio total da Prefeitura do Paulista, da Polícia Militar e do comércio local. "O percurso foi aproximadamente quatro horas, pelas ruas de Paratibe", comentou.
 
De acordo com o secretário de Turismo do Paulista, Fabiano Mendonça, nada mais satisfatório do que encerrar a Festa de Momo na paz. “Não poderíamos deixar de estar aqui hoje prestigiando esse bloco tão tradicional e conhecido em todo o estado. Nossa maior alegria é saber que o dever de casa foi cumprido”, finalizou.

Saúde
Durante o desfile profissionais da saúde distribuíram preservativos aos foliões. Quatro ambulâncias também estiveram espalhadas pelo percurso ajudando no atendimento aos casos de primeiros socorros. Cinco profissionais da Vigilância Sanitária também atuaram na festa fazendo inspeções nas barraquinhas de comidas e bebidas.

Segurança
Cerca de 400 homens, da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guardas Municipais, Agentes de Trânsito, além de seguranças privados foram acionados.

Veja também

Conselho de Enfermagem apura denúncias de fraude na vacinação em São Paulo
Coronavirus

Conselho de Enfermagem apura denúncias de fraude na vacinação em São Paulo

Supremo decide manter em Brasília casos de Lula retirados da Lava Jato de Curitiba
STF

Supremo decide manter em Brasília casos de Lula retirados da Lava Jato de Curitiba