Balanço da quarentena aponta crescimento do isolamento social

Em média, as cinco cidades inclusas no decreto apresentaram médias cerca de três pontos percentuais a mais na adesão

Movimentação no último dia da quarentenaMovimentação no último dia da quarentena - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Encerrada nesse domingo (31), a quarentena mais rígida em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) - a Capital, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata - apresentou crescimento de, em média, 2,6 pontos percentuais nos 16 dias da medida. 

Levantamento feito pelo Portal FolhaPE, a partir de dados do Painel Isolamento Social, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), indica uma média de 50,6% entre 16 e 31 de maio nas cinco cidades durante a quarentena. Nos 16 dias anteriores, entre 30 de abril e 15 de maio, a adesão foi de 48,0%.

Leia também:
Quarentena mais rígida não será estendida em Pernambuco
Governo prevê retomada gradual das atividades ao longo de 11 semanas


As cinco cidades também apresentaram crescimento na taxa de isolamento durante a quarentena. No Recife, a média entre os 16 dias da medida e os 16 dias anteriores foi de 53,2% e 50,3%, respectivamente. Ou seja, na Capital o índice cresceu 2,9 pontos percentuais. Em Olinda, a adesão subiu de 50,6% para 52,9%. Em Jaboatão dos Guararapes, de 47,4% para 50,5%. Em Camaragibe, de 48,0% para 50,4% e em São Lourenço da Mata, de 47,2% para 50,3%.

Estudo divulgado pelo Governo do Estado no domingo aponta para uma tendência de estabilização no número de casos e queda no número de mortes por Covid-19 durante a quarentena nas cidades no isolamento mais rígido. Autoridades sanitárias recomendam 70% de isolamento social como taxa ideal para combater de forma mais eficaz a propagação da doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo a Escola de Medicina Tropical de Londres, a taxa de infecção no Estado desacelerou e está abaixo de 1, o que mostra que a disseminação da doença desacelerou. Os dados são corroborados pelo Instituto para Redução de Riscos e Desastres da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Comparação entre os 16 dias da quarentena e os 16 dias antes da quarentena
Recife: de 50,3% para 53,2%
Olinda: de 50,6% para 52,9%
Jaboatão dos Guararapes: de 47,4% para 50,5%
Camaragibe: de 48,0% para 50,4%
São Lourenço da Mata: de 47,2% para 50,3%
Média das cinco cidades: de 48,0% para 50,6%

Último dia da quarentena
Nesse domingo, último dia da quarentena nas cinco cidades, os índices ficaram abaixo dos registrados no domingo anterior (24): Recife (57,8%; contra 61,3%), Olinda (58,2%; contra 60,3%), Jaboatão (55,3%; contra 58,8%), Camaragibe (54,4%; contra 59,4%) e São Lourenço (55,6%; contra 57,4%).

Pernambuco
O Estado registrou média de 53,5% nesse domingo (31). O maior índice foi o de Olinda (58,2%), seguido da adesão do Recife (57,8%). A menor taxa foi de Fernando de Noronha, com 30,3%.

As 10 cidades com maiores índices no domingo (31)

1º Olinda 58,2%
2º Recife 57,8%

3º Alagoinha 57,3%
4º Tupanatinga 57,0%
5º Itamaracá 57,0%
6º Triunfo 56,3%
7º Paulista 56,3%
8º Granito 55,9%
9º Angelim 55,8%
10º Jaboatão dos Guararapes 55,3%
16º Camaragibe 54,4%
18º São Lourenço da Mata 54,0%


Em negrito, as cidades em quarentena obrigatória até 31 de maio

As 10 cidades com menores índices no domingo (31)
176º Ibirajuba 40,0%
177º Solidão 40,0%
178º Jurema 40,0%
179º Vertente do Lério 39,7%
180º Quixaba 39,4%
181º Cabrobó 39,4%
182º São Joaquim do Monte 38,1%
183º Terra Nova 38,0%
184º Santa Cruz 37,3%
185º Fernando de Noronha (distrito) 30,3%


Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Cemit e prefeitura de Jaboatão devem anunciar medidas contra ataques nessa terça-feira (27)
Tubarão

Cemit e prefeitura de Jaboatão devem anunciar medidas contra ataques nessa terça-feira (27)

Novas séries retornam às aulas presenciais no Recife nesta terça (27)
Educação

Novas séries retornam às aulas presenciais no Recife nesta terça (27)