Baleia jubarte encanta visitantes de Noronha

Animal utiliza o arquipélago apenas como rota migratória, uma vez que não há comida suficiente para elas estabelecerem "moradia"

A baleia jubarte é uma das espécies ameaçadasA baleia jubarte é uma das espécies ameaçadas - Foto: Edson Bacana / Cortesia

Uma baleia da espécie jubarte (Megaptera novaeangliae) tem dado o ar da graça pelas águas da ilha de Fernando de Noronha nos últimos dias. Durante os passeios turísticos de barco, o público pôde presenciar o encontro com o mamífero, que acontece uma vez ao ano (quando elas utilizam o lugar como rota migratória), geralmente no mês de agosto.

É neste mês que as correntezas do oceano ficam mais fortes por conta dos ventos, facilitando a chegada do animal no arquipélago. A justificativa para a antecipação da presença do animal, acreditam especialistas, é, justamente, o fato de os ventos estarem acima da média para o período na ilha.

O engenheiro de pesca Léo Veras, dono da embarcação Nave, uma das que são usadas durante os passeios em alto-mar e que registrou a aparição do animal, comemorou o atrativo inesperado. "Esses ventos fortes têm sido atípicos em Noronha e, por deixarem as correntezas mais fortes, a baleia pode ter pego essa 'carona' e chegado mais rápido na ilha. Por enquanto, avistamos apenas uma. Têm anos que elas não vêm, mas quando aparecem, é mais em agosto. Já chegamos a ver na ilha até cinco delas. Sem dúvidas, é de encher a vista", descreve.

De acordo com Veras, esse tipo de animal utiliza o arquipélago apenas como rota migratória, uma vez que não há comida suficiente para elas estabelecerem "moradia" no lugar. "Elas vivem mais pelo Ártico, porque é lá que se alimentam. Quando vão se reproduzir é nas águas quentes dos trópicos, ou seja, na costa brasileira que encontram apoio para isso. Por isso é comum avistá-las nessa época, principalmente, lá para o lado da Bahia. Noronha é apenas canal de passagem", afirma o engenheiro.

De acordo com o instituto Baleia Jubarte, o maior berço reprodutivo do Oceano Atlântico Sul está no litoral da Bahia, em Abrolhos. Sua gestação dura cerca de 11 meses e o filhote costuma medir 4 metros e pesar 1,5 tonelada.



Veja também

Prefeitura do Cabo inicia vacinação nesta quarta-feira; confira o plano de vacinação
COVID-19

Prefeitura do Cabo inicia vacinação nesta quarta-feira; confira o plano de vacinação

'Violência nunca é solução', diz Melania Trump em vídeo de despedida
EUA

'Violência nunca é solução', diz Melania Trump em vídeo de despedida