A-A+

Barco pega fogo no Guarujá e deixa oito feridos

Embarcação incendiou a menos de 200 metros de onde está hospedado o presidente Jair Bolsonaro. Polícia investiga causa do incêndio

Cerca de uma hora depois do ocorrido, também no Guarujá, um avião monomotor, normalmente utilizado nas praias para anúncios e propagandas, caiu no mar na praia do TomboCerca de uma hora depois do ocorrido, também no Guarujá, um avião monomotor, normalmente utilizado nas praias para anúncios e propagandas, caiu no mar na praia do Tombo - Foto: Divulgação/ Twitter R7

Um barco pegou fogo no Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (25), por volta das 10h50, na praia da Enseada, e deixou oito pessoas com queimaduras leves, segundo o Corpo de Bombeiros.

Ainda de acordo com a corporação, as pessoas feridas foram levadas a hospitais da região pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A polícia investiga o que motivou o incêndio na embarcação.

Leia também:
Monomotor cai no mar em praia do Guarujá, no litoral de São Paulo
Bolsonaro passa o carnaval em base no Guarujá


Cerca de uma hora depois do ocorrido, também no Guarujá, um avião monomotor, normalmente utilizado nas praias para anúncios e propagandas, caiu no mar na praia do Tombo, a menos de 200 metros de onde está hospedado o presidente Jair Bolsonaro.

O piloto, que ainda não teve o nome divulgado, sofreu apenas ferimentos leves e foi socorrido por uma equipe do GBMar (Grupamento de Bombeiros Marítimo).

Bolsonaro está desde a última sexta-feira (21) no hotel de trânsito no Forte dos Andradas para aproveitar o feriado de Carnaval.

Durante ambos os acidentes desta manhã, o presidente estava ausente e longe do Forte. Logo cedo, ele saiu de jet ski rumo a Praia Grande. Na cidade, atendeu por mais de 20 minutos apoiadores e banhistas na praia do Canto do Forte.

Veja também

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano
Coronavírus

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais
RECIFE

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais