Recife

Base de Operações Aéreas do Nordeste é implantada pela PRF em Pernambuco

Aeronave já foi utilizada para prestar apoio a famílias atingidas pelas chuvas no Sul da Bahia, segundo a corporação

Aeronave que será usada na baseAeronave que será usada na base - Foto: Divulgação/PRF

Foi implantada nesta semana pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) a Base de Operações Aéreas do Nordeste. O hangar onde funcionará a base fica no bairro de Jardim Jordão, na Zona Sul do Recife, e foi cedido pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Segundo a corporação, inicialmente, os estados nordestinos serão atendidos com um helicóptero Bell 407, que permite o transporte de até sete pessoas embarcadas, e outras aeronaves devem ser incorporadas até o final do ano à unidade.

Pernambuco foi pioneiro nas atividades aéreas da PRF, em 1998, e está localizado em uma área estratégica do país, que faz divisa com cinco estados, além de possuir uma equipe de pilotos e operadores com uma grande experiência na função.

Entre os anos de 2007 a 2019, o helicóptero foi utilizado principalmente para realizar resgates aeromédicos, em parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Dessa vez, o emprego da aeronave será direcionado inicialmente para atividades de policiamento aerotático e apoio a missões no Nordeste. Atualmente, o helicóptero está sendo utilizado na Operação Rodovida, para o monitoramento das rodovias que levam ao Litoral nordestino, em virtude do aumento na movimentação de veículos nesse período.  

A reativação da Base de Operações Aéreas faz parte do projeto inédito da PRF de instalação de Comandos Regionais de Operações Especializadas em cada região do país. Essa medida busca contemplar todo o território nacional com os serviços especializados da instituição. 

Bahia
Na semana passada, entre os dias 26 a 31 de dezembro, a equipe da Base de Operações Aéreas  prestou apoio a famílias atingidas pelas fortes chuvas que caíram no Sul da Bahia, através do resgate de pessoas ilhadas e do transporte de alimentos, medicamentos e roupas.

Em cinco dias, os policiais sobrevoaram as cidades de Ilhéus, Itabuna, Barra do Rocha e outros municípios, para acompanhar de perto a situação das vítimas afetadas pelas enchentes na região.

Veja também

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco
Rio de Janeiro

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe
dengue

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Newsletter