Basílica recebe mais de 300 mil fiéis para a Festa do Carmo

Imagem da co-padroeira do Recife, em obras de restauro desde fevereiro, não estará disponível para o público

Imagem de Nossa Senhora do Carmo passa por restauraçãoImagem de Nossa Senhora do Carmo passa por restauração - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Cerca de 300 mil fiéis são esperados para os 10 dias da 322ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo, co-padroeira do Recife. A celebração deste ano será a primeira sob a administração do novo reitor da Basílica do Carmo, o frei carmelita Rosenildo Alexandre. A imagem da padroeira, em obras de restauro desde fevereiro, não estará disponível para o público. Os detalhes do evento religioso foram divulgados em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (5), na Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife.

“Temos uma responsabilidade muito grande com esta festa, que atrai mais de 300 mil pessoas. A imagem está em restauro desde que uma infiltração de água surgiu na cúpula onde ela ficava, no altar central do templo. Estamos no processo final e, se Deus quiser, estaremos com ela pronta em setembro para o início da comemoração do jubileu de coroação canônica”, afirmou. A imagem encontra-se na fase de aplicação do ouro e, em seguida, será pigmentada pela artista Josyane Maria, responsável pela restauração.

Leia também:
Ônibus mudam itinerário no Centro do Recife para Festa de N. Sra. do Carmo
Fiéis rendem graças a Nossa Senhora do Carmo, no Recife


Uma imagem peregrina será usada em substituição à principal. A celebração deste ano prepara a Basílica do Carmo para a comemoração do centenário de coroação canônica da imagem da padroeira. “A coroação canônica é um reconhecimento que a Igreja dá e uma benção especial a uma imagem por sua tradição, por sua antiguidade e por reconhecimento dos fiéis”, explicou o frei Rosenildo.

Por mais um ano, o Governo de Pernambuco, através da Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur), apoia a festa de Nossa Senhora do Carmo, através de atrações artísticas. “A Empetur e o governo classificam a festa como turismo religioso, pois vem muita gente de outros municípios e isso gera renda, gera emprego informal e movimenta a economia da região”, afirmou o superintendente da Empetur, Mattheus Belfort.

   Programação

A 322ª festa de Nossa Senhora do Carmo será aberta na sexta-feira (6), às 10h, com o hasteamento da bandeira e missa celebrada pelo provincial da Província Carmelitana Pernambucana, o frei Sormani Lima. No dia 16, a partir das 16h, o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, celebra missa campal e procissão no encerramento da festa.

Ao longo dos 10 dias da festa, missas serão celebradas durante o dia na Basílica. Em cada uma das nove noites do novenário, um pregador convidado preside a celebração. O templo principal da Basílica e o claustro recebem missas de hora em hora no dia 16.

Veja também

Abu Dhabi oferece vacinas contra a Covid-19 aos turistas
Turismo da vacina

Abu Dhabi oferece vacinas contra a Covid-19 aos turistas

Somente 13% das indústrias renegociaram planos de saúde na pandemia

Somente 13% das indústrias renegociaram planos de saúde na pandemia