Fofura

Bebê de 11 meses anda de snowboard e vira sensação na China

Wang Yuji e sua prancha de snowboard se tornaram um fenômeno da internet na China, país-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022

A pequena Wang YujiA pequena Wang Yuji - Foto: Jade Gao/AFP

Ela ainda não sabe andar, mas já desliza suavemente pela pista de neve. Com apenas 11 meses, uma bebê e sua prancha de snowboard se tornaram um fenômeno da internet na China, o país-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022.

Faltando pouco mais de dois meses para início dos Jogos, que serão realizados em Pequim entre os dias 4 e 20 de fevereiro, a pequena Wang Yuji, muito bem protegida do frio, se prepara para fazer uma descida em cima da prancha, sob os olhares atentos de seus pais.

Ao contrário de muitos principiantes que se esforçam para manter o equilíbrio em cima de um pedaço de madeira que escorrega sobre a neve, a bebê mostra uma desenvoltura desconcertante para sua idade.
 

"Colocamos umas botas nela e vimos que ela conseguia se manter de pé", explicou a mãe, Fan Xueyin. "Então a levamos para uma pequena elevação e a observamos deslizar com a prancha", acrescentou. 

Yuji descobriu a neve no início de novembro, durante um período de férias com a família.

Ascensão dos esportes de inverno 
Desde então, a pequena se junta todas as manhãs com outros praticantes, muito mais velhos do que ela, nas pistas da estação de esqui de Thaiwoo, em Chongli Zhangjiaku, uma das localidades que receberão provas dos próximos Jogos Olímpicos. 

Situada a cerca de 150 quilômetros de Pequim, Chongli Zhangjiaku sediará eventos de esqui cross-country, biatlo, salto de esqui, esqui estilo livre e snowboard. 

Yuji ainda é muito pequena para controlar a velocidade da prancha, e também sua direção, então, sempre é acompanhada de perto por seus pais. "Muito bem!", exclamam, enquanto correm a seu lado.

Desde que Pequim foi escolhida como sede dos Jogos Olímpicos, a China tem investido forte nos esportes de inverno. As estações de esqui se multiplicaram pelo país e milhões de chineses, ansiosos por atividades de lazer, começaram a praticar esqui e snowboard.

O pai de Yuji, Wang Shu, é um desses convertidos que resolveu adotar o snowboard. Animado pelo talento de sua filha, afirma que pretende se tornar um instrutor para ajudar a pequena a evoluir no esporte mais adiante. 

Super talentosa 
Quando Yuji não está de pé deslizando sobre a prancha, ela engatinha na neve fresca e tenta dar os primeiros passos.

Seus vídeos têm dezenas de milhões de visualizações nas redes sociais chinesas, e a pequena 'snowboarder' recebeu o apelido de Beibei ("Bebê") de seu exército de admiradores online.

Em Thaiwoo, ela é reconhecida por muitos que passam, que aproveitam a oportunidade para tirar fotos e postar nas redes sociais.

"Muita gente nos diz: 'Ela é super talentosa, deveria participar dos Jogos Olímpicos no futuro'", contou Fan com um sorriso no rosto.  

"Certamente que seria maravilhoso para ela conseguir uma medalha para seu país. Mas ainda é muito pequena", frisou. "Quando ela crescer, vai fazer o quiser, e respeitaremos sua decisão".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)

 

Veja também

Brasil bate recorde e passa de 200 mil casos notificados de Covid-19 em 24h pela primeira vezCasos de Covid

Brasil bate recorde e passa de 200 mil casos notificados de Covid-19 em 24h pela primeira vez

ANS aprova inclusão do teste de covid-19 na cobertura de planosTeste de covid

ANS aprova inclusão do teste de covid-19 na cobertura de planos