Ataque israelense

Biden e Netanyahu conversarão na quinta-feira (4) após morte de funcionários de ONG em Gaza

A conversa acontecerá depois que Biden expressou sua indignação pela morte dos funcionários da ONG World Central Kitchen

Joe Biden, presidente dos Estados UnidosJoe Biden, presidente dos Estados Unidos - Foto: Chip Somodevilla/ Getty Images via AFP

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, terão uma conversa na quinta-feira (4), a primeira desde o ataque israelense que matou sete trabalhadores humanitários em Gaza, indicou um funcionário americano.

A conversa acontecerá depois que Biden expressou sua indignação pela morte dos funcionários da ONG World Central Kitchen, do chef hispano-americano José Andrés.

"Posso confirmar que o presidente Biden e o primeiro-ministro Netanyahu falarão amanhã", disse um funcionário conhecedor do assunto à AFP nesta quarta-feira (3).

Netanyahu afirmou que o Exército israelense matou "involuntariamente" os trabalhadores humanitários em um ataque na segunda-feira (1º) em Gaza. Entre as vítimas havia um cidadão americano-canadense, três britânicos, um polonês, um australiano e um palestino.

No entanto, Biden fez na terça-feira uma de suas declarações mais firmes sobre a atuação de Israel desde o início de sua guerra contra o grupo islamista Hamas após o ataque ao seu território em 7 de outubro.

Biden se declarou "indignado e com o coração partido" pelas mortes dos trabalhadores humanitários, e afirmou que esses incidentes "simplesmente não deveriam acontecer".

A Casa Branca admitiu que o presidente americano está cada vez mais frustrado com a incapacidade de Israel de proteger os trabalhadores humanitários e civis, apesar dos repetidos apelos a Netanyahu.

"Parece-me que podem perceber a frustração em sua declaração", disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, referindo-se às palavras de Biden.

Biden e Netanyahu falaram pela última vez em 18 de março, quando o presidente americano pediu ao líder israelense que não lançasse uma ofensiva terrestre em Rafah, no sul de Gaza.

Veja também

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono
Política

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava
Bonobos

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava

Newsletter