Mundo

Biden e presidente chinês vão conversar nas "próximas semanas"

O comunicado foi feito pelo conselheiro diplomático do presidente americano que não especificou a data nem o formato do encontro

Presidente da China, Xi Jinping e Joe Biden, presidente estadunidensePresidente da China, Xi Jinping e Joe Biden, presidente estadunidense - Foto: Nicolas Asfouri, Nicholas Kamm/AFP

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e seu colega chinês, Xi Jinping, vão conversar nas "próximas semanas", informou nesta segunda-feira (27) o conselheiro diplomático do presidente americano, Jake Sullivan, à margem da cúpula do G7 na Alemanha.

Sem especificar o formato ou a data desta futura conversa, ele assegurou que em nível do G7 e da Otan "sempre há mais convergências sobre os desafios" ligados às ambições chinesas.

Mas Sullivan garantiu que "competição não implica confronto", em um momento de tensão entre as superpotências devido à guerra na Ucrânia, as diferenças em torno de Taiwan e vários temas econômicos.  

Sobre este último ponto, em 6 de julho expiram as tarifas adicionais impostas pelo ex-presidente Donald Trump às importações chinesas de cerca de 34 bilhões de dólares.

Nas últimas semanas, Biden afirmou que não decidiu se vai manter ou não essas tarifas de retaliação à China por supostas práticas comerciais injustas, impostas no pior momento da guerra comercial. 

Dentro de seu governo não há consenso. Algumas vozes defendem eliminar as tarifas na luta contra a inflação e outros indicam que seria um erro dos Estados Unidos prescindir de uma plataforma de negociação frente à China, que cada vez se mostra mais ambiciosa nos setores industrial e tecnológico.

Veja também

STF libera valor dos precatórios do Fundef destinado a professores de Pernambuco
Educação

STF libera valor dos precatórios do Fundef destinado a professores de Pernambuco

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações
MONKEYPOX

OMS investiga se rápida propagação da varíola do macaco se deve a mutações