A-A+

Bill Murray apronta em Cannes

Reclinado como se fosse um modelo em um ensaio sensual, o ator, de 68 anos, fez uma série de poses para os fotógrafos, que acabaram aplaudindo o comediante

Bill Murray em CannesBill Murray em Cannes - Foto: Loic Venance / AFP

Com os cabelos desgrenhados e vestindo camisa laranja, o ator americano Bill Murray, que interpreta um policial no filme "Os mortos não morrem", de Jim Jarmusch, divertiu os fotógrafos nesta quarta-feira (15) com suas poses divertidas no Festival de Cannes.

Reclinado como se fosse um modelo em um ensaio sensual, o ator, de 68 anos, fez uma série de poses para os fotógrafos, que acabaram aplaudindo o comediante.

Durante coletiva de imprensa de apresentação do filme, ao lado dos companheiros de elenco Tilda Swinton, Chloë Sevigny e Selena Gomez, Murray também fez alguns dos comentários mais divertidos.

Leia também:
A estreia de 'Bacurau' no Festival de Cannes será nesta quarta
Conheça os filmes em competição pela Palma de Ouro em Cannes 

Perguntado quais filmes de terror o apavoravam, o ator respondeu: "Cannes me dá medo". E quando seu interlocutor garantiu que na Croisette não havia zumbis como no filme em que atua, Murray respondeu: "É o que você diz".

O comediante também ironizou os riscos de ser ator, arriscando a vida a cada dia, e deu como exemplo chegar "a este edifício (do Palácio dos Festivais) hoje", em alusão às fortes medidas de segurança.

Depois, Murray recorreu à poesia, ao relacionar a profissão de ator às mudanças climáticas.

"Quando não estou trabalhando, sou preguiçoso (...) Sou uma pessoa melhor quando trabalho em um filme", disse. "Este é o meu pequeno bloco de gelo onde eu me encontro e espero que não derreta", completou.

Veja também

Dia Mundial do Doador de Medula Óssea muda cores do Congresso Nacional
Doador de Medula

Dia Mundial do Doador de Medula Óssea muda cores do Congresso Nacional

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil
Coronavírus

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil