guerra no oriente médio

Blinken garante que EUA "não participaram de nenhuma operação ofensiva"

Segundo secretário de Estado americano, objetivo do G7 é a desescalada

 Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA - Foto: Pablo Porciuncula/AFP

Os Estados Unidos “não participaram em nenhuma operação ofensiva”, afirmou nesta sexta-feira (19) o secretário de Estado americano, Antony Blinken, após as explosões que abalaram o Irã e que autoridades americanas relatadas pela imprensa atribuíram a um ataque israelense.

"Não vou falar sobre estes acontecimentos noticiados pela mídia (...). Tudo o que posso dizer da nossa parte e de todos os membros do G7 é que o nosso objetivo é a desescalada", disse ele em uma coletiva de imprensa após uma reunião dos ministros das Relações Exteriores do G7 na ilha italiana de Capri.

Várias explosões atingiram o centro do Irã nesta sexta-feira, mas as autoridades americanas relataram como um ataque israelense em retaliação a drones e mísseis disparados por Teerã contra Israel no último sábado.

A agência de notícias iraniana Tasnim, citando "fontes bem informadas", negou por sua vez que o país tenha sofrido um ataque "do exterior".

Veja também

Rússia afirma que conquistou outra localidade no leste da Ucrânia
guerra na ucrânia

Rússia afirma que conquistou outra localidade no leste da Ucrânia

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como
Segurança Pública

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como

Newsletter