A-A+

Bolsonaro diz que ‘oportunistas’ que se anunciam ministros estarão fora do governo

Onyx Lorenzoni (Casa Civil), general Augusto Heleno (Defesa) e Paulo Guedes (Economia) já são nomes prováveis para ministérios de um eventual governo de Bolsonaro

Alberto Fraga, deputadoAlberto Fraga, deputado - Foto: Reprodução/Wikipedia

O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) classificou de 'oportunistas' os que se apresentam como seus ministros. "Com intuito de se promover ou nos desgastar, oportunistas se anunciam ministros. Estes, de antemão, já podem se considerar fora de qualquer possível governo", escreveu o presidenciável no Twitter na manhã desta sexta-feira (26).

A declaração vem logo depois de os deputados da bancada da bala Alberto Fraga (DEM-DF) e Pauderney Avelino (DEM-AM) terem concedido entrevistas dizendo que Bolsonaro contava com eles em seu eventual governo. Em entrevistas a emissoras de TV, o candidato do PSL negou feito qualquer convite aos dois.

Leia também:
Fusão de ministérios da Agricultura e Meio Ambiente pode ser revista, diz aliado de Bolsonaro
Paulo Guedes, economista e guru de Bolsonaro, é investigado por fraude
Bolsonaro confirma Marcos Pontes como possível ministro
‘Faremos uma transição muito tranquila’, diz Temer
Michel Temer não deve votar reforma da Previdência


"As eleições só serão definidas no domingo. Além dos 3 nomes mencionados (Onix, Heleno e Guedes), outros serão anunciados", escreveu. O presidenciável se refere aos três nomes que já anunciou para eventual governo: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), cuja grafia correta é com 'y'; general Augusto Heleno (Defesa) e Paulo Guedes (Economia).

Veja também

MEC divulga resultado preliminar do Censo Escolar da Educação Básica
Educação

MEC divulga resultado preliminar do Censo Escolar da Educação Básica

Queiroga foi a reunião de fundos de investimento e encontro com Boris em NY
Ministro da saúde

Queiroga foi a reunião de fundos de investimento e encontro com Boris em NY