Bolsonaro diz que vai extraditar Cesare Battisti, se eleito

Presidenciável reiterou promessa em sua conta no Twitter nesta terça (16)

Cesare BattistiCesare Battisti - Foto: Fabio Marchi / AFP

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, usou sua conta no Twitter nesta terça-feira (16) para mais uma promessa caso seja eleito. Em dois idiomas - português e italiano -, ele disse que extraditará o refugiado italiano Cesare Battisti.

"Como já foi falado reafirmo aqui meu compromisso de extraditar o terrorista Cesare Battisti, amado pela esquerda brasileira, imediatamente em caso de vitória nas eleições. Mostraremos ao mundo nosso total repúdio e empenho no combate ao terrorismo. O Brasil merece respeito!", afirmou o candidato.

Leia também:
Aliados de Bolsonaro já fazem disputa por espaço e indicações de ministros
Barcelona pode punir Ronaldinho por apoio a Bolsonaro
Superior Tribunal de Justiça decide revogar uso de tornozeleira por Cesare Battisti
Cesare Battisti se torna réu por falsidade ideológica


A Justiça italiana condenou Cesare Battisti à prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas. Ele fugiu para o Brasil em 2004 e foi autorizado a viver no país pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seis anos depois.

Veja também

Estudantes fazem hoje primeira prova do Enem 2020
Educação

Estudantes fazem hoje primeira prova do Enem 2020

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19