Bolsonaro inclui academias, salões de beleza e barbearias em serviços essenciais durante pandemia

A declaração foi dada pelo presidente no fim da tarde, ao chegar ao Palácio do Alvorada

Jair BolsonaroJair Bolsonaro - Foto: Marcos Côrrea/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda-feira (11) que incluiu entre os serviços considerados essenciais durante a pandemia do novo coronavírus as academias esportivas, salões de beleza e barbearias.

A declaração foi dada pelo presidente no fim da tarde, ao chegar ao Palácio do Alvorada. "Coloquei hoje, porque saúde é vida: academias, salão de beleza e cabeleireiro, também. Higiene é vida. Só três [foram definidas] hoje", disse o presidente.

Leia também:

Bolsonaro disse que queria diretor da PF de sua confiança, diz Valeixo, ex-chefe do órgão
Bolsonaro escolhe novo comando do Iphan e provoca alerta no órgão

Bolsonaro afirmou que as definições devem constar em edição extra do Diário Oficial da União. O presidente afirmou que já tem outras atividades em mente para listar como serviços essenciais, mas vai aguardar um pouco mais para anunciá-las."Essas três categorias ajudam mais de um milhão de empregos", disse Bolsonaro.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Covid-19: Brasil tem 42,2 mil casos e 1,3 mil mortes em 24 horas
BOLETIM NACIONAL

Covid-19: Brasil tem 42,2 mil casos e 1,3 mil mortes em 24 horas

Entidade de combate ao câncer envia carta a Bolsonaro contra veto a projeto de quimioterapia oral
APELO

Entidade de combate ao câncer envia carta a Bolsonaro contra veto a projeto de quimioterapia oral