Reino Unido

Boris Johnson se desculpa com pessoal da segurança e limpeza por 'partygate'

Apesar das duras conclusões do relatório interno, Johnson descartou a renúncia

Primeiro ministro britânico Boris JohnsonPrimeiro ministro britânico Boris Johnson - Foto: Justin Tallis/AFP

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pediu desculpas nesta quinta-feira à equipe de segurança e limpeza de Downing Street após as investigações do escândalo "partygate", as festas organizadas em meio aos confinamentos.

Apesar das duras conclusões do relatório interno apresentado na quarta-feira pela alta autoridade Sue Gray sobre as violações das regras anticovid pela equipe do chefe de governo, Johnson descartou a renúncia. 

Disse assumir "toda a responsabilidade por tudo o que aconteceu", mas defendeu que o seu dever é "seguir em frente" com o seu trabalho. 

Em seu relatório, Gray reportou, entre outros fatos, que o pessoal da limpeza de Downing Street teve que limpar vinho derramado, que pelo menos um participante do evento vomitou e que uma briga entre duas pessoas ocorreu em uma festa em junho de 2020 marcada pelo "excesso de bebida".

Citou ainda "vários exemplos de desrespeito e maus-tratos" por parte dos convidados em relação ao pessoal de limpeza e segurança.

Johnson "pediu desculpas a vários membros da equipe ontem. Ele discutiu isso com outros esta manhã. Ficou horrorizado com tal comportamento", declarou seu porta-voz nesta quinta-feira. 

As regras de Downing Street foram modificadas para proibir o consumo de álcool no escritório, exceto em recepções com convidados de fora, disse explicou. 

Veja também

Novo estudo dos EUA ajuda a desmistificar 'névoa mental' da Covid
Covid-19

Novo estudo dos EUA ajuda a desmistificar 'névoa mental' da Covid

Pernambuco volta a ter voo direto para Buenos Aires; confira horários e preços
Internacional

Pernambuco volta a ter voo direto para Buenos Aires; confira horários e preços