Brasil começa voando baixo no Parapan de Lima

Com enxurrada de pódios, País dispara na liderança do quadro geral de medalhas após dois dias de disputas

Phelipe Rodrigues confirmou o favoritismo nos 100 m livrePhelipe Rodrigues confirmou o favoritismo nos 100 m livre - Foto: Ale Cabral/CPB

O Brasil começou voando baixo no primeiro fim de semana dos Jogos Paparan-Americanos de Lima-2019. Bastaram apenas dois dias de competições para o País disparar em primeiro lugar no quadro geral de medalhas. O tênis de mesa, com 19 medalhas nas disputas individuais, e o judô, que subiu 11 vezes ao pódio, foram os principais destaques. Até o fechamento desta edição, a delegação nacional liderava o ranking com 72 medalhas, sendo 25 de ouro, 34 de prata e 38 de bronze. A segunda posição era ocupada pelo México - 16 ouros, 11 pratas e 7 bronzes -, seguido dos Estados Unidos com 38 pódios (12 títulos, 14 vices e 12 terceiros lugares).

Leia também:
Com Brasil protagonista, Parapan inicia em Lima
Pernambucanos prontos para manter hegemonia no Parapan

Dos 13 atletas que o Brasil levou para os Jogos Parapan-Americanos de Lima, 11 conquistaram medalhas após os dois dias de disputas no judô. Na manhã deste domingo foram realizadas as últimas lutas, nas categorias mais pesadas, e o primeiro ouro veio com Lúcia Teixeira (até 57kg). Em sua quarta participação em Parapans, a paulistana de 38 anos conseguiu chegar ao pódio continental pela primeira vez. O segundo ouro do domingo no dojô foi da também paulistana Meg Emmerich. No masculino, o sul-matogrossense Luan Pimentel atropelou os quatro rivais que cruzaram seu caminho na jornada até o inédito ouro Parapan-Americano. A contagem de ouros brasileiros no judô teve início com a paulista Giulia Pereira, da categoria até 47 quilos.

Os brasileiros também fizeram bonito na abertura das disputas da natação. Destaque para o multimedalhista Daniel Dias, que conquistou a sua primeira medalha no evento ao chegar em primeiro nos 50 m costas, na classe S5. Este foi o 28º ouro dele na história dos Jogos. Nos 100 m (classe S13), Carlos Farrenberg (1º) e Douglas Rocha Matera (2º) anotaram uma dobradinha no pódio. Outra estrela da delegação, o pernambucano Phelipe Rodrigues confirmou o favoritismo nos 100 m livre da classe S10 e faturou o título.

No tiro esportivo, modalidade estreante no Parapan, o gaúcho Geraldo von Rosenthal chegou ao pódio pela segunda vez em dois dias. Depois do ouro na pistola mista de 50m SH1 no sábado, ele garantiu a prata nos 25m pistola SH1 neste domingo.

O sábado (24), primeiro dia de disputas em Lima, também rendeu grandes alegrias ao Brasil. Um dos esportes que mais brilhou foi o tênis de mesa, que contribuiu com 19 medalhas (cinco de ouro) e conseguiu cinco vagas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Os títulos vieram nas classes SM7 (Paulo Salmin), SF4 (Joyce Oliveira), SF8-10 (Danielle Rauen), SM8 (Luiz Filipe Manara) e SM10 (Carlos Carbinatti). Pela classe S9, Lucas Carvalho foi o primeiro pernambucano a conquistar medalha neste Parapan. Ele faturou bronze depois de parar nas semifinais diante do norte-americano Tahl Leibovitz. Outro atleta do Estado a medalhar foi Sandro Varello, campeão no lançamento do dardo F55, com direito a recorde no evento, neste domingo. Ele cravou 31m30

No arremesso de peso, o paulista Thiago Paulino entrou para a história do estádio de atletismo da Videna (Vila Deportiva Nacional), ao ser o primeiro atleta a quebrar um recorde mundial da arena. Ele estabeleceu a melhor marca na prova da classe F57, que era dele próprio (15m11). O arremesso de 15m26 lhe rendeu o lugar mais alto do pódio, seguido de outro brasileiro, Claudiney Batista, que registrou 11m55. Minutos mais tarde, outra brasileira aumentou a lista de recordistas mundiais do estádio de atletismo da Videna. Elizabeth Rodrigues foi a melhor no lançamento do disco da F57. A atleta natural de Santos (SP) venceu o lançamento de disco F53 com a marca de 16m67. 

Veja também

Doria anuncia que São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac
Coronavírus

Doria anuncia que São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac

Semana Nacional do Trânsito 2020: Detran-PE realiza ação em Porto de Galinhas
Trânsito

Semana Nacional do Trânsito 2020: Detran-PE realiza ação em Porto de Galinhas