A tiros, ladrões explodem cofres de bancos no Paraná

Quadrilha explodiu, na madrugada deste domingo (13), os cofres de quatro agências bancárias em Terra Rica, no noroeste do Paraná

Paulo Câmara (PSB) está empenhado na recomposição do primeiro escalãoPaulo Câmara (PSB) está empenhado na recomposição do primeiro escalão - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Depois de assaltos aos caixas eletrônicos da cidade, uma quadrilha explodiu, na madrugada deste domingo (13), os cofres de quatro agências bancárias em Terra Rica, no noroeste do Paraná.

Com tiros de fuzil para o alto, os ladrões espantaram policiais militares que tentaram impedir a ação. Também foram jogados pregos nas ruas para impedir a circulação de viaturas.

Os assaltos a bancos pelo interior do país têm sido chamados de "o novo cangaço" por especialistas.

Em Terra Rica, as explosões começaram por volta das 2h e destruíram, em questão de minutos, as agências do Itaú, Bradesco, Sicoob e Sicredi. A polícia chegou a tempo de impedir a invasão da Caixa Econômica Federal, que teve a porta de acesso danificada.
Terra Rica, que tem 16 mil habitantes e fica na divisa com São Paulo, já havia passado por situação semelhante: em agosto, as mesmas agências foram explodidas por criminosos que buscavam o dinheiro dos caixas eletrônicos. Dessa vez, porém, os ladrões foram direto aos cofres.

De todos os bancos da cidade, eles apenas não entraram no Banco do Brasil, que não foi reaberto desde o último assalto, em agosto.

Os criminosos fugiram e não haviam sido capturados até a manhã desta segunda (14). A polícia encontrou um carro abandonado no rio Paranapanema, que suspeita ter sido usado pela quadrilha.

Veja também

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado
meio ambiente

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana
Mariana

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana