Aeroporto de Congonhas é reaberto após incêndio em turbina de avião

Aeronave foi rebocada da pista para uma posição de embarque e desembarque e que todos os passageiros já conseguiram desembarcar

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, foi reaberto às 20h07 desta quarta (22), após um avião da companhia aérea Latam apresentar um princípio de incêndio em uma das turbinas. O aeroporto estava fechado para pousos e decolagens desde as 18h48.

A assessoria de imprensa de Congonhas informou que a aeronave foi rebocada da pista para uma posição de embarque e desembarque e que todos os passageiros já conseguiram desembarcar.

Segundo comunicado da companhia, o voo JJ3264 sairia de São Paulo com destino ao Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, às 17h40, mas a aeronave apresentou um princípio de incêndio em uma das turbinas e a decolagem foi interrompida. Os bombeiros foram acionados e controlaram o incêndio. Não houve feridos. A Latam disse que já foi aberto um processo para investigar as causas do acidente.

Mais cedo, entre as 17h08 e as 17h46, o aeroporto também teve que ser fechado por causa das fortes chuvas, com granizo, que caíram na região de Congonhas.

A Latam disse, em nota, que a pista do aeroporto foi liberada às 21h06, após ficar interditada desde as 18h41, em decorrência do princípio de incêndio em uma das turbinas. Estavam a bordo da aeronave, o Airbus A320 de matrícula PT-MZY, 134 passageiros e 6 tripulantes e todos foram desembarcados com segurança. Não houve feridos e a companhia está prestando toda a assistência necessária aos clientes, diz a nota.

“A empresa está oferecendo opções de hospedagem ou reacomodação aos passageiros que optarem por seguir para Belo Horizonte ainda esta noite poderão embarcar no Aeroporto de Congonhas no voo JJ 3226, com decolagem prevista para as 22h30 com destino a Belo Horizonte/Confins”.

Veja também

Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus
Pandemia

Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus

Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife enviam 200 concentradores de oxigênio ao Amazonas
Ajuda

Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife enviam 200 concentradores de oxigênio ao Amazonas