AGU garante calendário de provas do Enem

Provas ficam mantidas para os dias 1º e 8 de novembro

Enem 2019Enem 2019 - Foto: Reprodução/Internet

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou, nesta quarta-feira (29), que derrubou uma liminar da Justiça Federal em São Paulo que determinava a adequação do calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) conforme o impacto do novo coronavírus (Covid-19) no calendário escolar. Com a decisão, as datas de aplicação das provas impressas ficam mantidas para os dias 1º e 8 de novembro.

De acordo com a AGU, o Tribunal Regional Federal da 3° Região (TRF3) manteve o calendário após os advogados públicos demonstrarem que o Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, tomaram medidas para garantir que nenhum aluno será prejudicado.

Leia também:
Governo Bolsonaro suspende edital para escolha da gráfica do Enem 2020
Enem Digital 2020 - lista das cidades onde ocorrerão as provas já pode ser consultada


Entre os argumentos, foi apresentado a mudança na data para realização das provas digitais do Enem, que serão realizadas nos dias 22 e 29 de novembro. No primeiro edital, publicado no mês passado, os participantes que optassem pela versão digital do exame fariam as provas nos dias 11 e 18 de outubro. O período para concessão de gratuidade na taxa de inscrição também foi alterado para os dias 11 e 22 de maio.

Veja também

Pesquisa internacional mostra avanço na Educação Básica brasileiraEDUCA MAIS BRASIL

Pesquisa internacional mostra avanço na Educação Básica brasileira

Covid-19: Brasil registra 215 óbitos e 12,9 mil novos casoPandemia

Covid-19: Brasil registra 215 óbitos e 12,9 mil novos caso