Após temporal em SP, parte da zona oeste ainda está sem energia

Todas as regiões da capital ainda têm ocorrências pontuais, principalmente em decorrência da queda de árvores

 André Régis diz que, devido à pressa, duvida que  Casa faça “análises de forma adequada “ André Régis diz que, devido à pressa, duvida que Casa faça “análises de forma adequada “ - Foto: Leo Motta/arquivo folha

São Paulo ainda tem ruas e casas sem luz, após o temporal que atingiu a cidade final da tarde desta quinta (20).

A AES Eletropaulo não soube informar quantas residências ou bairros ainda estão sem energia elétrica. Segundo a assessoria de imprensa da concessionária, todas as regiões da capital ainda têm ocorrências pontuais, principalmente em decorrência da queda de árvores.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 150 solicitações de ocorrências de queda de árvores na região metropolitana haviam sido registradas até as 18h35 desta quinta. Balanço da Prefeitura de São Paulo registra ao menos 101 quedas de árvores na cidade.

A região mais afetada é a zona oeste. Na Lapa, foram 43 quedas registradas e, em Pinheiros, 27. Muitos moradores da região relataram que o fornecimento de energia ainda não foi restabelecido.

Na avenida Pompeia, todos os sinais de trânsito estão apagados e as ruas que cruzam a via, interditadas. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), 1,28% dos semáforos da cidade estão sem funcionar por falta de energia elétrica.
A Eletropaulo diz que 1.200 funcionários trabalham para resolver as ocorrências. Nas redes sociais, clientes reclamam da empresa.

Chuva fraca

Nesta sexta (21), não há previsão de temporal, apenas de chuva fraca, de acordo com o Climatempo.

No sábado (22), o tempo permanece nublado, com garoa e chuva fraca. Os termômetros variam entre 17º C e 22º C.

Já no domingo (23), o sol volta a aparecer entre nuvens. Há chance de chuva fraca. A temperatura deve subir e ficar entre 16º C e 25º C.

Veja também

Brasil confirma primeiro caso de gato infectado pelo coronavírus
Coronavírus

Brasil confirma primeiro caso de gato com o vírus

Criminosos sequestram trem na Zona Norte do Rio de Janeiro
Violência

Criminosos sequestram trem na Zona Norte do Rio de Janeiro