Bolsonaro compartilha nota em que Heleno fala em consequências imprevisíveis para a estabilidade

Em sua nota, Heleno escreveu que 'o pedido de apreensão do celular do Presidente da República' é inconcebível e, até certo ponto, inacreditável

General HelenoGeneral Heleno - Foto: EVARISTO SA / AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou em suas redes sociais uma nota, inicialmente publicada pelo general Augusto Heleno, que diz que a apreensão de seu celular poderia "ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional".

Em sua nota, Heleno escreveu que "o pedido de apreensão do celular do Presidente da República" é inconcebível e, até certo ponto, inacreditável. Caso se efetivasse, seria uma afronta à autoridade máxima do Poder Executivo e uma interferência inadmissível de outro Poder".

Ele ainda disse que estava fazendo "um alerta" às "autoridades constituídas" de que o pedido seria uma "tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes".

Leia também:
Militares não vão dar golpe ou fazer intervenção, diz general Heleno
Bolsonaro reage a vídeo e diz que não há referência à interferência na PF


Nesta sexta (22), o ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), encaminhou à PGR (Procuradoria-Geral da República) pedidos de partidos e parlamentares de oposição para que o celular de Bolsonaro seja apreendido e periciado.

Nas redes sociais, a nota de Heleno gerou repúdio de diversos parlamentares e autoridades.

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, apontou anacronismo e pediu que o militar ajudasse mais no período da pandemia do novo coronavírus.

"General Heleno, as instituições rechaçam o anacronismo de sua nota. Saia de 64 e tente contribuir com 2020, se puder. Se não puder, #ficaemcasa", escreveu Santa Cruz.

Veja também

Cidade aplica 80 doses de vacina contra Covid fora da validade em São Paulo
Coronavírus

Cidade aplica 80 doses de vacina contra Covid fora da validade em São Paulo

Aumento de CO2 na Amazônia pode ter impacto até maior que o do desmatamento na diminuição das chuvas
Amazônia

Aumento de CO2 na Amazônia pode ter impacto até maior que o do desmatamento na diminuição das chuvas