Bolsonaro planeja pacote ambiental para a próxima semana

O pacote ambiental incluirá medidas de combate ao desmatamento, como propostas de exploração mineral e vegetal no território da floresta amazônica

Presidente Jair Bolsonaro, do PSLPresidente Jair Bolsonaro, do PSL - Foto: Alan Santos/Presidência da República

Para conter o desgaste de imagem provocado pelos incêndios na Amazônia, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) prepara um pacote de ações para a região. Entre as medidas que estão sob análise da equipe jurídica do Palácio do Planalto está um decreto para proibir as queimadas durante o período seco.

O documento foi uma sugestão do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e está sob avaliação da SAJ (Subchefia de Assuntos Jurídicos), vinculada à Secretaria-Geral da Presidência.

O pacote ambiental preparado pelo presidente incluirá tanto medidas de combate ao desmatamento como propostas de exploração mineral e vegetal no território da floresta amazônica.

Leia também:
Presidentes sul-americanos discutirão preservação da Amazônia
Mais de 18 marcas suspendem compra de couro brasileiro por incêndios na Amazônia

O conjunto de medidas está sendo organizado pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que viajará para a Região Norte na próxima semana. "Eu vou conversar com os governadores da Amazônia Legal para contemplarmos as necessidades de todos", disse o ministro à reportagem.

A expectativa é de que as medidas sejam anunciadas pelo presidente na próxima semana, em evento no Palácio do Planalto. Em estudo, estão iniciativas como o estímulo à regularização fundiária, a oferta de assistência técnica a produtores rurais e a melhora do CAR (Cadastro Ambiental Rural).

O presidente avalia também incluir na série de medidas o projeto de lei de regularização da atividade do garimpo, em fase de sinalização pelo Ministério de Minas e Energia.

Antes, Onyx viajará à região da Amazônia, na segunda (2), para ouvir sugestões dos governos estaduais.

De acordo com o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, no dia 5, o governo anunciará medidas para prevenção de queimadas e recuperação da floresta.

Os governadores dos estados que integram a Amazônia Legal estiveram no Planalto na terça (27) e já apresentaram suas demandas. Entre os pedidos está o de que o governo não abra mão de dinheiro estrangeiro, como o Fundo Amazônia.

Veja também

Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados por Covid
Coronavirus

Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados por Covid

Governo barra artigo do Inep que aponta evidência positiva de pacto de alfabetização do PT
Educação

Governo barra artigo do Inep que aponta evidência positiva de pacto de alfabetização do PT