A-A+

Cadela entra em ambulância e se recusa a deixar morador de rua sozinho

Ela não abandonou o amigo em nenhum momento

Cadela não abandonou o donoCadela não abandonou o dono - Foto: Divulgação

Um morador de rua sofreu uma crise convulsiva em Sobradinho (DF) e, mesmo enquanto era socorrido e levado a um hospital, ficou sob os olhares preocupados de sua cadela.

Ela não abandonou o amigo em nenhum momento. Segundo o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, o homem foi encontrado caído no estacionamento do fórum da cidade. Ali, a equipe percebeu que o resgate era observado pela cadela.

Quando o homem foi colocado na ambulância, ela não hesitou e embarcou também. Em seguida, deitou ao lado da maca.

Leia também:
Morre cachorro dos Bombeiros de Minas que atuou em Mariana e Brumadinho
Cachorros lutam contra cobra para proteger bebê nas Filipinas


Os bombeiros dizem que a equipe permitiu a permanência do animal na Unidade de Resgate devido à necessidade de remoção do paciente e a tranquilidade da cadela.
Para a corporação, não havia condição de retirar o animal sem prejudicar o atendimento, já que aguardar outra equipe implicaria demora e provocaria mais
desconforto ao homem.

A cadela não pôde entrar no hospital, mas, de acordo com a equipe de socorro, ela ficou aguardando pelo amigo na porta. O Corpo de Bombeiros informou que o veículo passou por rigoroso processo de assepsia antes de ser reintegrado à frota de socorro.

Veja também

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos
PRECATÓRIOS

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos

Votação sobre 'kit Covid' no SUS empata em comissão após racha na Saúde e ausência da Anvisa
Medicamentos

Votação sobre 'kit Covid' no SUS empata em comissão após racha na Saúde e ausência da Anvisa