Capital paulista entra em estado de atenção para enchentes

Imagens do radar meteorológico, segundo o CGE, mostram chuva forte na zona norte da capital paulista

Chuva é Cantoria na Aldeia dos MortosChuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos - Foto: Embaúba Filmes/Divulgação

Toda a cidade de São Paulo está em estado de atenção para alagamentos desde as 15h15, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura.

Imagens do radar meteorológico, segundo o CGE, mostram chuva forte na zona norte da capital paulista, principalmente no bairro de Tremembé, e chuva leve com pontos moderados no restante da cidade. As áreas de instabilidade migraram do estado do Paraná para São Paulo.

A chuva forte atinge também as cidades de Guarulhos e Mairiporã. Conforme previsão dos meteorologistas do CGE, as próximas horas seguem com chuva na capital, que podem vir acompanhadas de rajadas de vento e queda de granizo.

Rajadas de vento
O Aeroporto do Campo de Marte, na zona norte, registrou ventos de 55,6 quilômetros por hora (km/h) às 15h42; o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, às 13h, registrou ventos de 53,7km/h.

Tendência
Segundo o CGE, os próximos dias terão características da primavera, com temperaturas elevadas e temporais geralmente no período da tarde.

A madrugada deve ter chuva isolada e os termômetros devem registrar por volta dos 18ºC. A quantidade de nuvens aumenta em função do deslocamento das áreas de instabilidade para São Paulo e a temperatura máxima deve chegar aos 27ºC, enquanto as taxas de umidade do ar variam entre 42% e 90%. Entre a tarde e a noite voltam a ocorrer pancadas de chuva sobre toda a Grande SP, informou o CGE.

Para o sábado (15), os meteorologistas preveem chuva isolada na madrugada e termômetros na casa dos 18ºC. O sol deve aparecer ao longo do dia entre poucas nuvens e as temperaturas devem se elevar até os 29ºC. Os percentuais de umidade sofrem ligeiro declínio, com os menores valores em torno dos 40%. Durante a tarde retornam as condições para a ocorrência de chuvas rápidas e isoladas, com baixo potencial para alagamentos.

Veja também

Anitta, Gagliasso, Emicida e mais famosos criticam Bolsonaro e privatização da saúde
Brasil

Anitta, Gagliasso, Emicida e mais famosos criticam Bolsonaro e privatização da saúde

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU
EM EVENTO NO RECIFE

Em evento no Recife, ministro da Educação diz que 140 prefeituras terão de prestar contas ao TCU